Imprensa alemã critica Paulinho, ex-Vasco, e jogador do Bayer Leverkusen rebate

Paulinho em ação pelo Bayer Leverkusen (Foto: Divulgação / Bayer Leverkusen)


O clima não é dos melhores para o meia-atacante Paulinho no Bayer Leverkusen. No último domingo, o jogador brasileiro se envolveu em uma polêmica após a imprensa alemã sugerir que ele estivesse provocando seu time durante uma partida da Bundesliga.


No sábado, no intervalo do jogo entre Bayer Leverkusen e Hertha Berlin, Paulinho fez uma postagem no Twitter compartilhando um vídeo fazendo trabalhos físicos. O atleta nem sequer foi relacionado pelo técnico Gerardo Seoane, o que tem sido comum na temporada.

+ Veja a tabela e os jogos da Bundesliga


O jornal "Bild" encarou a publicação em tom de deboche e publicou uma matéria dizendo "Paulinho provoca fazendo musculação em pleno intervalo". O duelo, na ocasião, estava 0 a 0 e acabou empatado em 2 a 2.

O jogador revelado no Vasco, entretanto, rebateu a publicação do portal germânico e respondeu afirmando que não joga pelo fato do clube decidir desta maneira.

- Provocação? Sempre treinei duas horas desde que cheguei e não vou deixar de treinar. A decisão POLÍTICA e não esportiva de não estar no jogo não é problema meu. O Bayer teve a opção de me trocar por direitos econômicos e optou por me manter aqui e pagar meu salário. Como sempre, vou treinar e apoiar meus companheiros de equipe. Vá acompanhar o meu treino para que possa ver se a decisão (próximos jogos) foi ou será esportiva - disse o atleta.


+ Quem ficou mais perto ou mais longe da Copa após a lista de Tite


Paulinho citou que teve a oportunidade de deixar o Bayer Leverkusen na última janela de transferências, mas o clube alemão preferiu não vendê-lo. Como o LANCE! revelou em junho, o camisa 7, que tem contrato até o fim da atual temporada, decidiu não estender o vínculo e vai deixar a equipe.