Igor Severino é o novo campeão peso-mosca do Jungle Fight

Evento coroou Igor Severino (Foto: Leonardo Fabri)


Com uma atuação irretocável, Igor da Silva Severino, 19 anos, dominou completamente Manoel Juninho na luta principal do Jungle Fight 110, realizado neste sábado na Vila Olímpica Nilton Santos, na Ilha do Governador, no Rio, e conquistou o cinturão peso-mosca do maior evento de MMA da América Latina.

Mais alto e com uma envergadura maior que o adversário, o atleta da Chute Boxe Bauru conectou os melhores golpes ao longo da luta. O manauara tentou por diversas vezes atrair o paraense de Juruti para a sua guarda, mas Igor Severino manteve o duelo em pé e definiu com socos no final do segundo round.

"Estou há um ano sem ver a minha mãe, então dedico esse título à minha família", disse, bastante emocionado, o novo campeão. É só o começo. Tenho uma grande jornada pela frente, mas em breve vocês me verão no maior palco do mundo, com certeza", avisou Igor, que agora ostenta um cartel de sete vitórias em sete lutas.

Essa não foi a única alegria da família Da Silva Severino nessa edição do Jungle Fight. Irmão de Igor, Matheus nocauteou Douglas Pulguinha ainda no primeiro round e emplacou a terceira vitória consecutiva na organização, totalizando um cartel de 11 vitórias em 14 combates como profissional.

Na luta coprincipal, Yuri "Seu Jorge" Neles cortou o rosto de Marcos Zinhani com cotoveladas, causando um sangramento abundante e obrigando o médico a solicitar o encerramento do combate no intervalo do primeiro para o segundo round. Com seis vitórias em oito lutas, o meio-médio pediu uma chance no Contender Series.

Os outros destaques do card foram o peso-pena Mateus "I'm Ready", que com uma performance dominante venceu o duríssimo Neuaque Miniamim, por nocaute técnico no primeiro round; e Ricardo "Tigrão", que nocauteou Ygor Bueno no primeiro round e teve o braço levantado pela filhinha.

Em parceria com as secretarias municipais de Esporte e Lazer e de Assistência Social do Rio, o Jungle Fight arrecadou quase meia tonelada de alimentos. As doações serão repassadas para as Cozinhas Comunitárias do programa Prato Feito Carioca, ação que serve refeições a pessoas em situação de vulnerabilidade.

"Estou muito feliz! A casa ficou cheia. O secretário de esportes Francisco Bandeira já disse que quer levar a edição de dezembro para o Velódromo. Quando você dá oportunidade imparcial, quando você trabalha incansavelmente, o resultado chega. Foi mais um Jungle Fight incrível, gigante! Vamos com tudo para São Paulo, 18 de setembro. Quero agradecer ao prefeito Ricardo Nunes e ao vereador George Hato", disse Wallid Ismail.

Confira abaixo os resultados completos do evento:

Jungle Fight 110
Vila Olímpica Nilton Santos, Rio de Janeiro-RJ
27 de agosto de 2022


Igor Severino venceu Manoel Junior por nocaute técnico aos 4:58 do R2
Yuri Neles venceu Marcos Zinhani por interrupção médica aos 5:00 do R1
Tiago Pereira venceu Edson "Mão Nervosa" dos Anjos por decisão dividida
Vitor Soldado venceu Jonathan Pinto por decisão unânime
Mateus Soares venceu Neuaque Miniamim por nocaute técnico aos 2:01 do R1
Bruno Soares Fontes venceu Thierry Lucas por nocaute técnico aos 4:16 do R1
Mateus Fidélis venceu Renan Bastos por decisão majoritária
Ricardo Ribeiro "Tigrão" venceu Ygor Bueno por nocaute aos 2:35 do R1
Ronaldo Jeferson finalizou Denilson Procop com um mata-leão ao 1:49 do R1
Luan Danger venceu Everton Nascimento por decisão unânime
Michael Oliveira Andrade nocauteou Elder Dias a 1:28 do R1
Matheus da Silva Severino nocauteou Douglas Theodoro aos 2:11 do R1
Dhiago Rojas finalizou Douglas Gelado com um mata-leão aos 3:27 do R1