Hope Solo se declara culpada por dirigir alcoolizada nos EUA

A ex-goleira da seleção dos Estados Unidos Hope Solo se declarou culpada por dirigir alcoolizada e recebeu uma condenação de dois anos de prisão com pena suspensa, informou nesta terça-feira a imprensa americana.

No incidente, ocorrido no último dia 31 de março, Solo foi presa em Winston-Salem (Carolina do Norte) depois de ser encontrada inconsciente ao volante de seu carro no estacionamento de um shopping com seus filhos gêmeos de dois anos dentro do veículo.

Exames mostraram que a ex-goleira, de 40 anos, tinha uma concentração de álcool no sangue três vezes acima do limite permitido por lei.

Solo recebeu das autoridades do condado de Forsyth uma sentença de dois anos de prisão, que ficou em suspensão, informou o jornal Winston-Salem Journal.

A americana também foi condenada a um mês de detenção, pena que foi compensada com os 30 dias que ficou internada em um programa de ajuda contra o alcoolismo, acrescentou a publicação.

Pelo incidente, a ex-goleira também recebeu acusações de resistir a prisão e de colocar seus filhos em risco, mas estas foram desconsideradas.

Hope Solo se aposentou dos gramados em 2016 após 202 jogos pela seleção americana e é uma das figuras mais populares do futebol nos EUA desde as vitórias nos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012 e na Copa do Mundo de 2015.

A ex-jogadora publicou na noite de segunda-feira uma mensagem no Instagram na qual, sem mencionar diretamente a sentença, afirmou que cometeu "o pior erro" de sua vida.

"Eu subestimei a parte destrutiva que o álcool se tornou na minha vida", escreveu Solo. "Cometi um grande erro. Facilmente o pior erro da minha vida".

"Foi um longo caminho, mas pouco a pouco estou voltando", continuou a ex-goleira, que agradeceu aos amigos, família, advogados e à equipe do centro de tratamento no qual se internou voluntariamente após sua detenção.

kaf-gbv/ma/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos