Holanda vence País de Gales (2-1) com gol nos acréscimos e lidera Grupo 4 da Liga das Nações

Um gol nos acréscimos do atacante Wout Weghorst (90+4) deu a vitória à Holanda em sua visita ao País de Gales e com esse resultado lidera o seu grupo da Liga das Nações com 6 pontos após a disputa nesta quarta-feira da segunda rodada do torneio continental.

A "Oranje" abriu o placar com um chute de Teun Koopmeiners no início do segundo tempo (50) e Rhys Norrington-Davies empatou no fim (90+2) levando os galeses a acreditar que haviam garantido um ponto. Mas a comemoração durou pouco e logo em seguida veio o balde de água fria.

Depois das duas rodadas no grupo 4 da Liga das Nações, a Holanda lidera com 6 pontos, seguida por Bélgica e Polônia com 3 (depois da goleada dos 'Diabos Vermelhos' por 6 a 1 também nesta quarta-feira) e o País de Gales é o lanterna com nenhum ponto marcado, embora a seleção do astro Gareth Bale já tenha atingido seu grande objetivo neste final de temporada, que era voltar a uma Copa do Mundo após 64 anos de ausência, depois de vencer a Ucrânia por 1 a 0 no último domingo, na repescagem.

Depois dessa classificação histórica, e das comemorações que se seguiram, o treinador galês optou por uma nova formação contra a Holanda que, após a grande exibição em Bruxelas na última sexta-feira (4-1), nem entrou em campo com os jogadores que marcaram gols na vitória sobre a Bélgica - Bergwijn, Dumphries e Depay - e nem outros astros como De Jong, Van Dijk, Cillesen... Dos titulares habituais apenas o zagueiro-central da Juventus, Matthijs de Ligt, começou jogando.

Isso se traduziu em um primeiro tempo com poucas propostas de jogo e raras chances de gol, com destaque para uma cobrança de falta direta de Harry Wilson que o goleiro holandês Mark Flekken (26) defendeu com dificuldade.

- Onze jogos sem perder -

Foi só no início do segundo tempo que a equipe do técnico Louis Van Gaal se aproximou com perigo real do gol de Adam Davis, que substituiu Danny Ward no intervalo: Teun Koopmeiners chutou de uma distância de 30 metros e a bola bateu na trave (49).

Foi o aviso do que iria acontecer apenas um minuto depois, quando uma longa jogada ofensiva da Holanda terminou com a bola aos pés de Koopeminers e o jogador da Atalanta soltou uma bomba rasteira de pé direito que Davis não conseguiu alcançar (50).

O gol e as alterações promovidas por Van Gaal (colocando Frenkie de Jong e Steven Bergwijn em campo) deram uma pausa ao jogo holandês, diante dos galeses que tinham cada vez mais dificuldades para manter a posse de bola e causar danos à Oranje.

Só a entrada de Gareth Bale (77) pareceu dar força aos galeses, que acreditaram que poderiam garantir ao menos um ponto (o que lhes permitiria estender a série para 20 jogos sem derrota em casa) quando Rhys Norrington-Davies empatou de cabeça no início dos descontos. Mas em seguida veio o gol de Weghorst que permite aos holandeses acumular 11 jogos sem derrotas (8 vitórias e 3 empates).

A Holanda recebe a Polônia no sábado, enquanto os belgas visitam o País de Gales.

mcd/dam/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos