Histórias de superação marcam retorno de trio à fase de grupos da Champions League após longo jejum


A fase de grupos da Champions League começa nesta terça-feira. A principal competições de clubes do mundo reúne as maiores potências do futebol, gigantes que alcançaram o patamar de superclubes e detém o monopólio técnico-financeiro. Porém, nem só de Real Madrid, Bayern, Barcelona, Liverpool, Chelsea, PSG ou Manchester City vive o torneio.

Além do glamour dos elencos recheados de craques desses times, há aquelas histórias do "lado B" que também norteia e democratiza a Champions. Para a temporada 2022/23, por exemplo, alguns clubes voltarão a disputar a competição após um considerável período ausentes.

>>> Vai começar a fase de grupos! Saiba os jogadores mais valiosos da Champions 22/23


EINTRACHT FRANKFURT

Eintracht Frankfurt - Campeão da Liga Europa - Europa League
Eintracht Frankfurt - Campeão da Liga Europa - Europa League

Eintracht Frankfurt é o atual campeão da Liga Europa (AFP)

Uma das principais cidades da Alemanha e da Europa, Frankfurt há tempos não tinha um representante no mais alto escalão do futebol europeu. Mas a espera acabou. Isso porque o Eintracht Frankfurt volta à Champions depois de 52 anos. Isso porque o time foi campeão da Liga Europa na temporada 2021-22, o que permitiu garantir vaga na principal competição de clubes do mundo, apesar de ter ficado somente em 11º na Bundesliga.

A base do elenco campeão na temporada passada não mudou muito, já que Borré, Kamada, Trapp e Hinteregger permaneceram na equipe. Além deles, há o zagueiro brasileiro Tuta. O meia Mario Götze também chegou nesta temporada para reforçar os Adler. De todos os pilares do time de 21/22, o único que saiu foi o sérvio Filip Kostic, vendido à Juventus.

Cabeça de chave do sorteio, o Eintracht ficou no grupo D, ao lado de Tottenham, Sporting e Olympique de Marselha. Ou seja, é uma chave equilibrada onde há chance para todas as equipes.

Pelo menos o espetáculo feito pelos torcedores do Frankfurt - que neste ano invadiram Barcelona nas quartas de final da Liga Europa - está garantido dentro e fora de casa, com as arquibancadas lotadas pela móvel torcida alemã.

RANGERS

Estrela Vermelha x Rangers
Estrela Vermelha x Rangers

Rangers faliu em 2012 e teve que percorrer um longo caminho para se reconstruirs (ANDREJ ISAKOVIC / AFP)

Vice-campeão da Liga Europa, o Rangers retorna à Champions após uma história altos e (muitos) baixos. O clube de Glasgow faliu em 2012 e teve que recomeçar do zero. Mesmo. Rebaixado à quarta divisão do país, foi subindo de divisão consecutivamente até voltar à elite em 2016. Pior: nesse tempo, viu o grande rival, Celtics, construir uma hegemonia no país.

Depois de se reestabelecer nacionalmente, o Rangers teve que se desdobrar para bater o Celtics e voltar a ganhar um título. Até que, em 2021, sob o comando de Steven Rangers, o time foi campeão do Campeonato Escocês após dez anos de jejum. Em 2022, a campanha da equipe de Glasgow na Liga Europa gerou forte simpatia dos fãs de futebol. No entanto, o Rangers, agora treinado pelo ex-lateral holandês van Bronckhorst, foi vice-campeão, ao perder nos pênaltis a final para o Eintracht Frankfurt.

Graças ao vice-campeonato nacional, o time se garantiu na fase preliminar da Champions e eliminou o PSV no confronto derradeiro para confirmar o retorno à fase de grupos pela primeira vez desde 2010/2011.

Para a campanha na Champions, peças que levaram o time à final da Liga Europa foram mantidas, como o lateral Tavernier e os atacantes Morelos, Colak e Barisic. O Rangers está em um grupo complicado, com Liverpool, Napoli e Ajax. A expectativa é de que o time possa brigar pela segunda vaga ou, ao menos, terminar em terceiro, o que dá direito de jogar a Liga Europa.

MACCABI HAIFA

Maccabi Haifa - Champions
Maccabi Haifa - Champions

Maccabi Haifa não disputa a fase de grupos da Champions desde 2009/10 (AFP)

A equipe do norte de Israel está de volta aos grupos da Champions depois de 13 anos. A última vez que disputaram a competição foi em 2009/10, quando caíram na fase atual. Bicampeão israelense, a equipe do Oriente Médio é a primeira de seu país a passar dos playoffs desde o Maccabi Tel Aviv em 2016.

Em 2021, o Maccabi Haifa foi campeão nacional após uma década, mas não conseguiu passar dos playoffs e foi parar na Conference League. Neste ano, a história foi diferente. Os israelenses passaram por três fases eliminatórias, eliminando o Olympiacos - com direito a goleada por 4 a 0 na Grécia - e o Apollon Limassol do Chipre. Na eliminatória final, tirou o Estrela Vermelha após uma partida louca que foi decidida na prorrogação, em Belgrado.

Contudo, o grupo que o Maccabi caiu não foi nem um pouco agradável para o torcedor: na mesma chave estão PSG, Juventus e Benfica, o que deixa até mesmo a expectativa por um 3° lugar (e a consequente classificação para a Europa League) muito baixa.

Para tentar tirar pontos importantes ou até mesmo vencer algum jogo, o Maccabi tem como trunfos o meia Tjaronn Chery e o atacante Omer Atzilli, artilheiro do último Campeonato Israelense.

*Estagiário sob a supervisão de Victor Mendes