Hashtag em apoio a Vinicius Junior atinge marca impressionante na web


A onda de apoio ao atacante do Real Madrid e da Seleção Brasileira, Vinícius Júnior, gerou mais de 4 milhões de interações nas redes desde a sexta-feira, após o brasileiro ser alvo de comentários racistas durante o programa esportivo de maior audiência da TV espanhola.

+ Ex-atacante de Santos e Flamengo é denunciado por estupro; ele nega

A marca foi registrada entre a madrugada da sexta-feira e o final da manhã do sábado, e leva em conta interações no Twitter, Facebook e Instagram. Os dados são da Vox Radar, software especializado na análise das redes sociais, encomendados pela startup de comunicação corporativa 'O Pauteiro'.

+ AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado

No Twitter, o pico de postagens sobre o tema ocorreu por volta das 19h da sexta, quando Vini Jr. se pronunciou sobre o tema com um vídeo. A declaração racista do agente de jogadores Pedro Bravo começou a circular no Twitter no final da noite da quinta e, logo no início da manhã da sexta a hashtag #BailaViniJr passou a liderar os trending topics da rede, sendo primeiro lugar entre 7h e 11h, e entre 15h e 19h.

+ Brasileiro é indicado ao Golden Boy: veja os candidatos ao prêmio

Neste sábado, foi líder em impacto no Twitter entre 4h e 11h. A soma de postagens e compartilhamentos da hashtag ultrapassava era de 467 mil, às 11h. Pedro Bravo afirmou, durante o "El Chiringuito", que Vini Jr. deveria "deixar de fazer macaquice". Pedro se referiu com termo racista às danças realizadas pelo atacante após os gols que marca pelo time espanhol.