Hamilton quer pilotos "mais francos" após fala de chefão da FIA

Hamilton falou sobre as declarações de Mohammed Ben Sulayem durante fim de semana do GP do Azerbaijão. Foto: Ozan Kose/AFP via Getty Images
Hamilton falou sobre as declarações de Mohammed Ben Sulayem durante fim de semana do GP do Azerbaijão. Foto: Ozan Kose/AFP via Getty Images

O recém-eleito presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, disse recentemente que “de jeito nenhum” ele usaria sua plataforma no topo do órgão regulador do automobilismo para “impor minhas crenças”.

Em uma entrevista com GrandPrix247, ele pareceu questionar Hamilton, Vettel e Lando Norris usando seu alto perfil para aumentar a conscientização sobre questões não esportivas.

Leia também:

Questionado por Agnes Carlier, do GrandPrix247, durante o Grande Prêmio de Mônaco, o que o automobilismo “não deveria se tornar”, Ben Sulayem respondeu: “Niki Lauda e Alain Prost só se importavam com a pilotagem”, alfinetou.

“Agora, Vettel dirige uma bicicleta arco-íris, Lewis é apaixonado pelos direitos humanos e Norris aborda a saúde mental”, completou.

Esses comentários foram feitos a Hamilton antes do GP do Azerbaijão neste fim de semana.

O piloto da Mercedes, que já havia dito que quer ser “um aliado” do presidente em resposta ao confronto por joias, sugeriu que Ben Sulayem pode ter sido tirado do contexto.

O sete vezes campeão acrescentou que, independentemente das opiniões do presidente da FIA, ele não relaxaria em seu ativismo e que todos os pilotos de F1 deveriam ser igualmente “francos” em questões que lhes são caras.

“Isso não nos impede de fazer o que estamos fazendo. O esporte está em constante crescimento. Temos um público maior do que nunca… continua sendo uma importante plataforma para usar nossas vozes. Cada um de nós aqui, dentro de nossa indústria, dentro de nossas empresas, pode fazer mais para falar mais sobre as coisas para desencadear mais conversas. Eu encorajo todos os pilotos a serem mais francos no futuro sobre as coisas com as quais eles se importam. Estou orgulhoso de ver o que Seb faz e de ser um aliado dele”, disse Hamilton em resposta ao chefão.

Outro que se manifestou foi Sebastian Vettel. Depois de elogiar os próprios esforços de Hamilton sobre a diversidade, para os quais o britânico utilizará seu papel como produtor em um próximo projeto de filme de F1 liderado por Brad Pitt, o alemão disse: “Os tópicos que Lewis continua levantando, as questões sobre as quais Lando vem falando e as coisas que eu mencionei, eu acredito que são temas que são muito importantes de serem abordados”, explicou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos