Grupo de sócios do Vasco pede multa de R$ 1 milhão a Jorge Salgado caso ele não mostre contratos com a 777


A novela da Vasco SAF ganha mais um capítulo. Desta vez, sócios do clube recorreram da decisão que desobrigava o clube a exibir os contratos celebrados com a 777 Partners. Os vascaínos pedem que o desembargador se retrate e determine que o Cruz-Maltino mostre os documentos para o grupo, sob pena de busca e apreensão e multa de R$ 1 milhão para o presidente Jorge Salgado.

Conclusão - Vasco
Conclusão - Vasco

Sócios pedem multa de R$ 1 mi a Jorge Salgado (Reprodução/TJ-RJ)

- Seja determinada a imediata (em até 24h) exibição dos documentos relacionados à constituição da Vasco da Gama Sociedade Anônima de
Futebol (SAF), cujas cópias deverão ser fornecidas aos agravantes mediante assinatura do acordo de confidencialidade proposto pelo próprio CRVG, sob pena de busca e apreensão e multa de R$ 1.000.000,00 à pessoa do Presidente do Clube - pedem os sócios, que consideram que os dirigentes do clube estão mentindo para os torcedores:

- Os dirigentes do CRVG têm contado os fatos pela metade. Mais do que isso, como se disse naquelas ocasiões, os atuais mandatários, com meias verdades e mentiras inteiras, vem manipulando os sócios, os torcedores e a sociedade em geral - afirmam, no recuso.

A Assembleia Geral Extraordinária (AGE) sobre a venda da SAF à 777 Partners. está marcada para este domingo. Vale destacar que até o momento os ventos sopram a favor do Vasco. O clube se entende respaldado juridicamente com decisões dadas em segunda instância, que desobrigam o clube a exibir os contratos. A diretoria tem citado que o sigilo é uma exigência da empresa estadunidense, não do clube de São Januário.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos