Gramado ruim gera ‘climão’ nos bastidores de Flamengo e Vélez Sarsfield antes de semifinal

Flamenguistas estão incomodados com estado do gramado do José Almafitani (Foto: Reprodução/ESPN)


A visível piora no gramado do Estádio José Almafitani, palco da semifinal da Libertadores nesta quarta, pegou o departamento de futebol do Flamengo de surpresa. Mais do que isso, resultou em um “climão” nos bastidores entre as diretorias, que acabaram por não confraternizar em almoço previamente marcado, como informado pelo “ge”.

+ Esposa de Cássio, do Corinthians, procurou ajudar menino que desenhou próprio álbum da Copa

Nesta quarta, membros do futebol do Flamengo estiveram no estádio, realizando o protocolo de costume, e confirmaram aquilo que estava sendo dito do campo desde terça-feira: um gramado seco e irregular, diferente do que foi visto nas fases anteriores da Libertadores.

+ Técnico do Flamengo em 95, Apolinho relembra favoritismo do Vélez: 'Diziam que iam ganhar de seis, sete'

O Vélez, inclusive, tem fama de ter um dos melhores estádios em termos de gramado. Na partida contra o Talleres, nas quartas de final, o campo apresentava excelentes condições.

+ André Rizek: jogo do Athletico-PR x Palmeiras 'reforça que o Flamengo está sobrando'

Diante disso, a diretoria do Flamengo também fez uma representação junto a Conmebol. A piora do gramado causou estranheza por parte dos cariocas, que não entende a justificativa dada pelo Vélez (mudança no fornecedor do fertilizante utilizado) como plausível.