'Gostaria que ele estivesse mais presente', diz Gisele Bündchen sobre Tom Brady

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 10.11.2018 - A modelo Gisele Bundchen na Livraria Saraiva do shopping Saraiva, em SP. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 10.11.2018 - A modelo Gisele Bundchen na Livraria Saraiva do shopping Saraiva, em SP. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mais uma vez, Gisele Bündchen, 42, afasta os rumores de que seu casamento com Tom Brady, 45, está no fim. Em entrevista à revista Elle, disse que fez de tudo para realizar os sonhos do marido, mas expôs que gostaria que ele já tivesse se aposentado dos jogos de futebol americano.

"Fiz minha parte, que é estar lá para [Brady]. Me mudei para Boston e me concentrei em criar um ambiente amoroso para meus filhos crescerem e estar lá apoiando-o em seus sonhos", explicou ela ao citar Benjamin, 12, e Vivian, 9.

"Obviamente, tenho minhas preocupações —este é um esporte muito violento, e tenho meus filhos e gostaria que ele estivesse mais presente", emendou a brasileira sobre a decisão de Brady de retornar à NFL. Esse motivo tem sido apontado como o principal para uma possível desistência do matrimônio.

"Definitivamente, tive essas conversas com ele várias vezes [sobre a aposentadoria]. Mas, no final das contas, sinto que todos precisam tomar uma decisão que funcione para eles. Ele também precisa seguir sua alegria", contou.

Em recente publicação no Twitter, Gisele já havia espantado esses rumores de término ao dar forças ao jogador em uma das partidas que faria. "Vamos lá, Tom Brady! Vamos lá, Bucs!", escreveu.

Agora, porém, ela conta que também pensa em realizar seus próprios desejos após abrir mão de parte da carreira pela família. "Tenho uma lista enorme de coisas que quero fazer. Aos 42, me sinto mais conectada com o meu propósito", completou.