Gols sofridos ligam sinal de alerta no Fluminense para jogo decisivo

Diniz tem mais dois treinos para definir escalação do Flu (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense)


O Fluminense de Fernando Diniz tem conseguido bons resultados e faz uma temporada para ser elogiada em 2022. No último sábado, o time venceu o Fortaleza, por 2 a 1, no Maracanã, pela 26ª rodada do Brasileiro. O jogo, bastante disputado, foi o sétimo seguido em que o Tricolor sofreu gols. O fato liga um 'sinal de alerta, às vésperas da partida decisiva de volta pela semifinais da Copa do Brasil, contra o Corinthians.

As oscilações comuns no futebol brasileiro, de calendário intenso, também foram notadas no time de Diniz. O sistema defensivo sólido construído pelo treinador começou a dar alguns sinais de desgaste desde a derrota para o Internacional, por 3 a 0, pelo Brasileiro, em agosto.

No jogo decisivo, contra da próxima quinta, o time precisa da vitória para avançar à final. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis. Não sofrer gols, portanto, pode se tornar um fator decisivo.

O triunfo sobre o Fortaleza dá um certo conforto em um momento de queda de rendimento na temporada e faz o grupo retomar a confiança.

Além de corrigir os erros no sistema defensivo, Diniz terá que definir o substituto de André, suspenso, no meio. Martinelli, Felipe Melo, Wellington ou Yago Felipe surgem como opções. Yago voltou a atuar como titular, o que não acontecia desde junho e ganhou pontos com treinador pela atuação segura contra o time cearense.

Até quinta o comandante tricolor terá algum tempo para realizar testes e definir a melhor forma de organizar a equipe no confronto da Neo Quimica Arena. O confronto está agendado para 20h.