Goleiro brasileiro supera obstáculos e se destaca na Finlândia

Ramilson Almeida em ação pelo HIFK (Foto: Divulgação)


Um dos dez brasileiros que atua no Campeonato Finlandês, o goleiro Ramilson Almeida, de 23 anos, tem se destacado pelo HIFK, de Helsinque, mesmo com a campanha ruim que sua equipe faz na competição. Desde 2019 no país, o arqueiro deixou o Manaus para viver o sonho do futebol e garante que não se arrepende.


- Saí de Manaus meio que contra tudo e contra todos. Claro que familiares e amigos queriam o meu bem, mas ficaram muito preocupados. Eu tenho essa característica do desafio e surgiu a oportunidade da Finlândia. Por que não? Tudo diferente de onde eu vivia no Brasil. Absolutamente tudo. Mas tinha uma coisa que era igual: o campo de futebol e as regras do esporte que pratico. Foquei nisso e, com muita força de vontade e perseverança, hoje posso dizer que venci - declarou.

Dono da melhor média de defesa difíceis por partida na liga finlandesa, Almeida lamentou o desempenho ruim de sua equipe, mas celebrou seu momento individual. Suas atuações têm chamado a atenção de outros clubes do país, que já procuraram o atleta.

- Claro que não estou confortável com nossa situação na tabela e é quase certo que o time caia. Mas apesar disso realmente estou tendo esse reconhecimento e foi tudo o que sonhei desde o início. Eu aprendi a gostar do país e acredito que fique por aqui na próxima temporada. Por respeito ao meu clube, não defini ainda meu destino. Dois clubes da primeira divisão fizeram contatos e acredito que nas próximas semanas definimos tudo.

Nesta segunda-feira, o HIFK enfrenta o HJK, rival da cidade, que luta pelo título. E mesmo diante de um jogo complicado, o brasileiro espera que sua equipe consiga um bom resultado.

- Eles estão disputando o título e nós na última colocação. A rivalidade é muito grande aqui e a cidade para em dia de clássico. Nosso torcedor merece nossa entrega em campo e bater um rival seria recompensador.