Getúlio mira titularidade e acirra concorrência com Raniel no ataque do Vasco na Série B

Raniel e Getúlio vivem boa fase, ambos, pelo Vasco (Fotos: Daniel Ramalho / Vasco)


Em boa fase e invicto na Série B, o Vasco se prepara para mais um confronto diante de uma equipe que também promete brigar pelo acesso até o fim: o Grêmio. Diante disso, Zé Ricardo tem a tarefa de fazer o sistema ofensivo evoluir e ser tão eficiente quanto a defesa tem sido neste início de competição. Getúlio e Figueiredo entraram bem contra o Brusque e podem ganhar espaço no time na quinta.

+“Pacotão” é revelado: confira uniformes vazados ou lançados para a Copa do Mundo

Um dos problemas do Cruz-Maltino na temporada passada era a fragilidade defensiva. Neste ano, Zé Ricardo conseguiu formar um time que tem feito jogos seguros na defesa com destaque para o goleiro Thiago Rodrigues, Anderson Conceição e Yuri Lara. O volante, por sua vez, tem dado sustentação ao proteger o sistema com bons números de desarmes e interceptações.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

O ataque, porém, pode ser mais eficiente e agredir o adversário com mais frequência durante os jogos. Artilheiro do time no ano com nove gols, Raniel caiu de produção e tem sido criticado por não conseguir prender a bola na frente. Desse modo, ele não tem feito o pivô de maneira adequada para conseguir trabalhar com Nene e os pontas.

Assim, ele tem tocado pouco na bola (média de 5 passes por jogo, segundo Footstats) e dado espaço para que outros jogadores sonhem com uma vaga entre os titulares. Entre eles está Getúlio, que ainda não conseguiu se firmar entre os onze, mas entrou bem na quinta. O atacante deu mais agilidade e dinamismo na frente e foi responsável pela assistência no segundo gol de Nene.

No esquema, o Gigante da Colina já conta com o camisa 10, que pode decidir na bola parada ou com um passe, mas em virtude da idade (40 anos), não tem o mesmo ímpeto para marcar o jogo todo. Raniel é importante na força física dentro da área e, sobretudo, nas jogadas aéreas, mas precisa ser mais participativo e ajudar na recomposição.

+ Vasco divulga comunicado de Otto Carvalho, presidente da Assembleia Geral, sobre próximos passos da SAF

Em uma competição em que as disputas físicas são intensas, ter um jogador pouco combativo pode prejudicar o andamento da equipe em campo. Para a posição, o elenco ainda conta com Zé Santos, que foi um dos destaques do Campeonato Catarinense, mas pouco entrou em campo pelo Vasco, até o momento.

Outro nome que pode atuar como centroavante (foi artilheiro da Copinha) e dar mais dinâmica é Figueiredo. Com o jovem e Getúlio em campo, a troca entre os dois, ora um por dentro, ora outro na ponta, pode gerar mais movimentação na frente. Foi o que aconteceu na etapa final contra o Quadricolor, fazendo com que deixassem boa impressão;

- No segundo tempo, a gente conseguiu dar uma equilibrada com a entrada do Figueiredo e Getúlio. É importante a gente mostrar a força do grupo. Não temos 11 titulares, apenas aqueles que entram representam todo nosso grupo - disse o comandante cruz-maltino.

+ Torcida esgota ingressos de arquibancadas e setor VIP de São Januário para Vasco x Grêmio

Na única partida em que foi titular como centroavante, o camisa 99 balançou a rede em duas oportunidades, contra o Madureira, pela Taça Guanabara. Durante a coletiva, desta segunda-feira, ele revelou ter conversado com Zé Ricardo, disse que prefere atuar mais centralizado

- Tive uma conversa com o Zé Ricardo na semana passada. Ele também conversou com Raniel. Ele optou no último jogo pelo Raniel. Respeito a opção dele. Ele falou que dependendo do jogo vai entrar com Raniel ou comigo - contou Getúlio, e emendou:

+ Gabriel Pec, do Vasco, fala sobre sua evolução física e projeta duelo com o Grêmio: 'Jogo de seis pontos'

- Temos características diferentes. O Raniel é mais de segurar a bola. Eu pressiono mais o zagueiro, saio um pouco mais. O porte físico do Raniel é melhor do que o meu. O que o Zé definir vamos acatar. Ainda não conversou conosco, estamos voltando da folga. Eu e Raniel trabalhamos no dia a dia e respeitamos um ao outro - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos