George Russell conquista na Hungria 1ª pole position na Fórmula 1

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O britânico George Russell conseguiu a primeira pole position da sua carreira na Fórmula 1 com uma volta rápida incrível na Hungria neste sábado, com a Mercedes encontrando a velocidade que estava faltando para deixar a Ferrari de lado.

Russell, apelidado de “Senhor Sábado” pelo seu desempenho nos treinos classificatórios quando estava com a fraca Williams, fez justiça à reputação, contra todas as possibilidades.

Com o líder do Mundial de Pilotos, Max Verstappen, da Red Bull, sofrendo com problemas de potência que o deixaram em 10º lugar no grid, a Ferrari parecia pronta para ocupar a primeira fila da largada.

Carlos Sainz havia conseguido a pole position provisória para a equipe italiana, e Charles Leclerc se colocou em segundo com uma última volta rápida, antes de Russell assegurar a primeira pole position da atual campeã Mercedes nesta temporada.

“Ontem foi provavelmente nossa pior sexta-feira da temporada”, disse Russell, que se declarou “absolutamente feliz” com o dia especial para o piloto de 24 anos e sua equipe.

“Todos estavam trabalhando tão duro na última noite, não sabíamos qual direção tomar.”

“Então, na última volta, eu fiz a primeira curva, uma grande primeira curva… a segunda curva também foi grande e o tempo da volta continuava chegando. Eu cruzei a linha, olhei para a tela e vi que estava na primeira posição e foi uma sensação incrível.”

Russell havia se colocado em segundo lugar no grid após as primeiras voltas rápidas, mas quase meio segundo mais devagar que Sainz, que admitiu que não esperava ser vencido pelo britânico.

Questionado se a Mercedes estava de volta, Russell riu: “Eu não sei. Precisamos ver e entender de onde isso veio. Temos algumas ideias.”

O heptacampeão mundial Lewis Hamilton, recordista em vitórias na Hungria, com oito, começará em sétimo lugar e disse que teve um problema com o sistema de redução de arrasto da sua Mercedes.

“Eu estava me sentindo muito bem, pole position ou primeira fila era possível com certeza”, disse o britânico.

“Teria sido ótimo conseguir a primeira fila para a equipe, mas essas coisas acontecem.”

Verstappen, com 63 pontos de vantagem para Leclerc na liderança do Mundial de Pilotos, escapou da pista em sua primeira volta rápida e caiu para sétimo.

Ele reclamou pelo rádio da falta de potência quando saiu para uma última tentativa. O atual campeão tentou em vão religar seu carro, dizendo à equipe que nada estava funcionando.

O companheiro de equipe mexicano, Sergio Pérez, não se classificou entre os dez primeiros que disputam a última fase do classificatório e largará em 11º em um circuito em que as ultrapassagens são difíceis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos