Gatito é o terceiro goleiro com mais pênaltis defendidos no Brasileirão desde 2015

Gatito voltou a atuar pelo Botafogo em 2022 (Foto; Botafogo/Divulgação)


Aos 34 anos de idade, Gatito Fernández segue se destacando com a camisa do Botafogo. O paraguaio foi um dos principais nomes na vitória por 3 a 1 sobre o Fortaleza, no Castelão, neste domingo, defendendo um pênalti cobrado por Robson, no início do 2º tempo, quando o placar estava em 2 a 0. Foi a 13ª penalidade bloqueada pelo arqueiro desde que chegou ao Glorioso, em 2017.

> GALERIA: ATUAÇÕES: Consistência coletiva marca vitória do Botafogo sobre o Fortaleza

Em Campeonatos Brasileiros, essa foi a 7ª defesa de Gatito, sendo a 5ª pelo Alvinegro. Desde 2015, quando o arqueiro trocou o Vitória pelo Figueirense - clube que defendeu por uma temporada antes de acertar com o Botafogo -, esta é a terceira maior marca da Série A, ficando atrás apenas de Felipe Alves, hoje no São Paulo, e Fernando Miguel, seu adversário do fim de semana defendendo o Fortaleza.

GOLEIROS COM MAIS DEFESAS DE PÊNALTI NO BRASILEIRO
- Desde 2015 | Dados coletados no site Sofascore

1º - Felipe Alves - 8 pênaltis defendidos
Fernando Miguel - 8 pênaltis defendidos
3º - Gatito Fernández - 7 pênaltis defendidos
4º - Victor - 6 pênaltis defendidos
Santos - 6 pênaltis defendidos
6º - Cássio - 5 pênaltis defendidos
Diego Alves - 5 pênaltis defendidos
Wilson - 5 pênaltis defendidos