Ganso convoca torcida do Fluminense para jogo no Maracanã e ressalta briga pela parte de cima da tabela

Ganso foi bem na vitória do Fluminense sobre o Atlético-MG no Maracanã (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


O Fluminense fez uma partida eletrizante e venceu o Atlético-MG por 5 a 3 no Maracanã, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fora de campo, a torcida fez uma festa e apoiou durante os 90 minutos, mas o público foi de pouco mais de 16 mil presentes. Após a partida, o meia Paulo Henrique Ganso fez uma convocação para o jogo do próximo sábado, novamente em casa, diante do Atlético-GO.

- Cada jogo que passa fica marcado na história. Foi um belíssimo jogo, duas grandes equipes que sabem jogar um belo futebol. Vou até fazer um apelo já chamando o torcedor para sábado. Hoje tinha 15 mil pessoas. Que a gente possa trazer mais gente. Não tenho dúvida que sábado vai ter muito mais gente que hoje neste grande jogo. A torcida sempre abraçou a equipe. Sábado tem que estar junto com o time, 40 mil pessoas, 50 mil pessoas. Para poder nos empurrar para a ponta da tabela - disse na zona mista,

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

Na saída dos times para o intervalo, o técnico Antonio Mohamed, do Galo, foi para cima do atacante Luiz Henrique e começou um empurra-empurra. Fernando Diniz foi reclamar com o árbitro por ter deixado a partida seguir depois dos acréscimos estipulados e acabou levando o cartão amarelo. Ganso falou sobre o momento e ainda ressaltou o pensamento do Flu com coisas grandes no Brasileirão.

- Foi um grande jogo. Futebol sempre tem alguma coisinha, uma confusão, esquenta a cabeça de um e de outro. Mas o mais importante foi a vitória que conseguimos. O pensamento sempre foi brigar na parte de cima e por títulos. Da nossa equipe e do Fernando Diniz. Todo mundo que trabalha no Fluminense tem que pensar assim junto para estarmos na ponta da tabela no final do ano.

O Fluminense sob o comando de Fernando Diniz tem 10 jogos, seis vitórias, dois empates e duas derrotas. São 24 gols marcados e 10 sofridos. Com o resultado, o Flu sobe na tabela e vai para sétimo, com 14 pontos, e agora jogará novamente em casa. No sábado, recebe o Atlético-GO às 19h, pela 11ª rodada.

- Sou suspeito de falar do Fernando. Foi ele quem pediu para eu vir ao Fluminense e hoje novamente estamos trabalhando juntos. Ele trata todos da melhor maneira possível, tenta ajudar não só os jogadores mas o pessoal da comissão, do clube. Por isso ele é tão diferente e tão especial. Assim como tivemos nosso trabalho bem feito e com confiança, o Atlético também fez a parte dele. Não é nada fora do normal o que o Fluminense fez. Trabalhou com confiança, esteve bem e fez um belíssimo jogo - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos