Galvão diz que Felipão nunca mais falou com ele depois do 7 a 1

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 02.05.2018 - O narrador Galvão Bueno. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 02.05.2018 - O narrador Galvão Bueno. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Recentemente, em seu podcast, o 'Podfalar Galvão', Galvão Bueno disse que o técnico Luiz Felipe Scolari não conversa com ele. Na visão de Galvão, a relação foi cortada após o 7 a 1 sofrido pela seleção brasileira contra a Alemanha, na Copa do 2014 -Felipão era o treinador do Brasil na ocasião.

"A nação do futebol estava derrubada com o tal do 7 a 1. Foi duro [fazer o editorial no Jornal Nacional] e tinha de ser. Não podia ser de outra forma. Quando terminou, senti que fiz minha obrigação. Não havia outro jeito. Depois, continuei convivendo bem com os jogadores, com todo mundo. O Carlos Alberto Parreira continuou sendo um amigo querido. Mas o Felipão nunca mais falou comigo. Ele disse que apontei o dedo do país para ele. Se ele se sentiu assim, o que eu posso fazer?", questionou Galvão.

O narrador disse que, por várias vezes, tentou contato com o treinador. "Várias vezes já mandei mensagem e ele [ignorou]... O Felipão nunca falou mal de mim publicamente, mas isso foi em 2014, lá se vão 8 anos, e infelizmente nunca mais tive a oportunidade de tomar um vinho com o Felipão e de falar com ele. Quem sabe um dia isso volta?", cogitou Galvão.

Felipão, em uma entrevista ao jornalista André Henning, no extinto canal Esporte Interativo —hoje TNT Sports—, contou sua versão da história.

"Teve um colega teu, de TV, que passou dez minutos depois do jogo apontando pra mim. Hoje eu não falo para esse senhor, no caso, o Galvão Bueno. Enquanto ele achar que é o todo-poderoso, um Deus, e que pode fazer aquilo que fez comigo, me jogando contra a torcida, eu fico aqui. Cada um na sua. Eu não devo nada, cada um faz o seu trabalho e segue sua vida", disse o treinador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos