Fred relembra passagens por Atlético-MG e Cruzeiro: 'você não vive'

Fred falou sobre a estratégia da Seleção diante da Alemanha (Foto: Reprodução/Pod Pah)


Em participação no Podcast Podpah, na última segunda-feira, o atacante Fred relembrou suas passagens por Atlético-MG e Cruzeiro, e falou das dificuldades de sair de um rival para defender o outro.

Fred chegou no Atlético-MG na metade de 2016, e defendeu o Galo até o final de 2017, quando deixou o time para ir para o rival Cruzeiro. Em participação no Podpah, o atacante falou sobre as dificuldades vividas em Belo Horizonte.

"Um desgaste que se eu puder falar para outros atletas: evita. Aqui em São Paulo são quatro grandes, em Minas são três, com maior rivalidade entre Cruzeiro e Atlético. Onde tem menos times, é pior. Você não vive", expressou Fred.

Fred precisou sair de ambos os times por conta das situações econômicas nas épocas. Após sair do Atlético-MG para ir para o Cruzeiro, o atacante expressou que foi difícil a convivência em Minas Gerais.

- Rescindimos o contrato, depois de alguns dias veio o Cruzeiro. Fui para o Cruzeiro, mas estourei o joelho. Foi punk, mas eu tive que ir - explicou o atacante.

Em relação aos problemas de negociação entre Atlético-MG e Cruzeiro, o atacante comentou sobre a cláusula de multa caso saísse do Alvinegro para o time celeste, e disse que a situação ainda tramita na justiça.

- Tinha uma multa de R$ 10 milhões. Aí, o Cruzeiro tinha um parceiro que o Atlético devia R$ 10 milhões, e falou: "Vamos abater a dívida". E o Atlético: "Não, eu quero o dinheiro". Maior loucura. Quando eu saí do Galo para ir pro Cruzeiro, foi loucura, pressão total - disse Fred.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos