1991 - 2011: Todos os melhores do mundo eleitos pela FIFA

Relembre todos os craques que foram eleitos em 21 edições do prêmio de Melhor Jogador do Mundo.

1991 - Lothar Matthäus. O jogador da Inter de Milão foi o primeiro a receber o prêmio da FIFA. Eficiente no ataque e na defesa, o alemão havia conquistado a Copa do Mundo em 1990.
1991 - Lothar Matthäus. O jogador da Inter de Milão foi o primeiro a receber o prêmio da FIFA. Eficiente no ataque e na defesa, o alemão havia conquistado a Copa do Mundo em 1990.
1991 - Lothar Matthäus. O jogador da Inter de Milão foi o primeiro a receber o prêmio da FIFA. Eficiente no ataque e na defesa, o alemão havia conquistado a Copa do Mundo em 1990.
1992 - Marco van Basten. Cracaço de bola, o holandês é considerado um dos maiores atacantes de todos os tempos. Uma pena que sua carreira tenha sido abreviada pelas constantes lesões.
1992 - Marco van Basten. Cracaço de bola, o holandês é considerado um dos maiores atacantes de todos os tempos. Uma pena que sua carreira tenha sido abreviada pelas constantes lesões.
1992 - Marco van Basten. Cracaço de bola, o holandês é considerado um dos maiores atacantes de todos os tempos. Uma pena que sua carreira tenha sido abreviada pelas constantes lesões.
1993 - Roberto Baggio. Após premiar jogadores da Internazionale e do Milan, a FIFA seguiu elegendo feras do futebol italiano. Baggio, da Juventus, acabou ficando na história do futebol brasileiro por perder o último pênalti da Copa de 1994.
1993 - Roberto Baggio. Após premiar jogadores da Internazionale e do Milan, a FIFA seguiu elegendo feras do futebol italiano. Baggio, da Juventus, acabou ficando na história do futebol brasileiro por perder o último pênalti da Copa de 1994.
1993 - Roberto Baggio. Após premiar jogadores da Internazionale e do Milan, a FIFA seguiu elegendo feras do futebol italiano. Baggio, da Juventus, acabou ficando na história do futebol brasileiro por perder o último pênalti da Copa de 1994.
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
1994 - Romário. Não poderia ser outro. Grande responsável pela conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos, Romário foi o primeiro brasileiro a ser eleito o melhor do mundo.
1994 - Romário. Não poderia ser outro. Grande responsável pela conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos, Romário foi o primeiro brasileiro a ser eleito o melhor do mundo.
1994 - Romário. Não poderia ser outro. Grande responsável pela conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos, Romário foi o primeiro brasileiro a ser eleito o melhor do mundo.
1995 - George Weah. O atacante nascido na Libéria defendeu Milan e Paris Saint-Germain no ano em que ganhou o prêmio. Até hoje é o único jogador africano a ter sido eleito pela FIFA.
1995 - George Weah. O atacante nascido na Libéria defendeu Milan e Paris Saint-Germain no ano em que ganhou o prêmio. Até hoje é o único jogador africano a ter sido eleito pela FIFA.
1995 - George Weah. O atacante nascido na Libéria defendeu Milan e Paris Saint-Germain no ano em que ganhou o prêmio. Até hoje é o único jogador africano a ter sido eleito pela FIFA.
1996 - Ronaldo. Quando ainda era conhecido como Ronaldinho, o Fenômeno foi sucesso imediato no PSV e transferiu-se para o Barcelona. O mundo logo ficou aos seus pés.
1996 - Ronaldo. Quando ainda era conhecido como Ronaldinho, o Fenômeno foi sucesso imediato no PSV e transferiu-se para o Barcelona. O mundo logo ficou aos seus pés.
1996 - Ronaldo. Quando ainda era conhecido como Ronaldinho, o Fenômeno foi sucesso imediato no PSV e transferiu-se para o Barcelona. O mundo logo ficou aos seus pés.
1997 - Ronaldo. O Fenômeno foi o primeiro jogador a ganhar o prêmio por dois anos consecutivos. Em 1997, fez uma temporada espetacular com a camisa do Barcelona e ganhou a Copa América com a Seleção Brasileira.
1997 - Ronaldo. O Fenômeno foi o primeiro jogador a ganhar o prêmio por dois anos consecutivos. Em 1997, fez uma temporada espetacular com a camisa do Barcelona e ganhou a Copa América com a Seleção Brasileira.
1997 - Ronaldo. O Fenômeno foi o primeiro jogador a ganhar o prêmio por dois anos consecutivos. Em 1997, fez uma temporada espetacular com a camisa do Barcelona e ganhou a Copa América com a Seleção Brasileira.
1998 - Zidane. O reinado do Fenômeno foi interrompido por Zinedine Zidane, grande cérebro do primeiro título mundial da França, justamente diante do Brasil.
1998 - Zidane. O reinado do Fenômeno foi interrompido por Zinedine Zidane, grande cérebro do primeiro título mundial da França, justamente diante do Brasil.
1998 - Zidane. O reinado do Fenômeno foi interrompido por Zinedine Zidane, grande cérebro do primeiro título mundial da França, justamente diante do Brasil.
1999 - Rivaldo. O posto de grande craque do futebol mundial voltou a ser de um brasileiro. Caladão fora dos gramados, mas um monstro com a bola nos pés, Rivaldo foi justamente lembrado.
1999 - Rivaldo. O posto de grande craque do futebol mundial voltou a ser de um brasileiro. Caladão fora dos gramados, mas um monstro com a bola nos pés, Rivaldo foi justamente lembrado.
1999 - Rivaldo. O posto de grande craque do futebol mundial voltou a ser de um brasileiro. Caladão fora dos gramados, mas um monstro com a bola nos pés, Rivaldo foi justamente lembrado.
2000 - Zidane. Campeão da Euro, Zidane voltou a ser eleito o melhor do mundo. Foi na noite da premiação, aliás, que recebeu a proposta para trocar a Juventus pelo Real Madrid. Era o início dos "Galácticos".
2000 - Zidane. Campeão da Euro, Zidane voltou a ser eleito o melhor do mundo. Foi na noite da premiação, aliás, que recebeu a proposta para trocar a Juventus pelo Real Madrid. Era o início dos "Galácticos".
2000 - Zidane. Campeão da Euro, Zidane voltou a ser eleito o melhor do mundo. Foi na noite da premiação, aliás, que recebeu a proposta para trocar a Juventus pelo Real Madrid. Era o início dos "Galácticos".
2001 - Figo. Novamente, um "Galáctico". Com pinta de galã de novela mexicana e um futebol de extrema categoria, o português Luís Figo conquistou Madri e o mundo.
2001 - Figo. Novamente, um "Galáctico". Com pinta de galã de novela mexicana e um futebol de extrema categoria, o português Luís Figo conquistou Madri e o mundo.
2001 - Figo. Novamente, um "Galáctico". Com pinta de galã de novela mexicana e um futebol de extrema categoria, o português Luís Figo conquistou Madri e o mundo.
2002 - Ronaldo. Muitos achavam que o tempo do Fenômeno já havia passado, mas este acabou sendo o grande ano de sua carreira. Recuperado das complicadas lesões no joelho, Ronaldo ressurgiu com tudo na Copa do Mundo, conduziu o Brasil ao penta e virou lenda.
2002 - Ronaldo. Muitos achavam que o tempo do Fenômeno já havia passado, mas este acabou sendo o grande ano de sua carreira. Recuperado das complicadas lesões no joelho, Ronaldo ressurgiu com tudo na Copa do Mundo, conduziu o Brasil ao penta e virou lenda.
2002 - Ronaldo. Muitos achavam que o tempo do Fenômeno já havia passado, mas este acabou sendo o grande ano de sua carreira. Recuperado das complicadas lesões no joelho, Ronaldo ressurgiu com tudo na Copa do Mundo, conduziu o Brasil ao penta e virou lenda.
2003 - Zidane. O francês igualou Ronaldo com o terceiro troféu de melhor jogador do mundo. Nada mais justo para um dos craques mais elegantes que o futebol já testemunhou.
2003 - Zidane. O francês igualou Ronaldo com o terceiro troféu de melhor jogador do mundo. Nada mais justo para um dos craques mais elegantes que o futebol já testemunhou.
2003 - Zidane. O francês igualou Ronaldo com o terceiro troféu de melhor jogador do mundo. Nada mais justo para um dos craques mais elegantes que o futebol já testemunhou.
2004 - Ronaldinho Gaúcho. Foi o ano em que o mundo se rendeu de vez ao futebol-arte praticado pelo camisa 10. Ele defendia as cores do Barcelona, mas era venerado por todos os torcedores do planeta.
2004 - Ronaldinho Gaúcho. Foi o ano em que o mundo se rendeu de vez ao futebol-arte praticado pelo camisa 10. Ele defendia as cores do Barcelona, mas era venerado por todos os torcedores do planeta.
2004 - Ronaldinho Gaúcho. Foi o ano em que o mundo se rendeu de vez ao futebol-arte praticado pelo camisa 10. Ele defendia as cores do Barcelona, mas era venerado por todos os torcedores do planeta.
2005 - Ronaldinho Gaúcho. O sorriso do craque se alargava cada vez mais. Semana após semana, ele causava espanto com suas jogadas sensacionais. Na Copa das Confederações, comandou o show do Brasil, que arrasou a Argentina na finalíssima.
2005 - Ronaldinho Gaúcho. O sorriso do craque se alargava cada vez mais. Semana após semana, ele causava espanto com suas jogadas sensacionais. Na Copa das Confederações, comandou o show do Brasil, que arrasou a Argentina na finalíssima.
2005 - Ronaldinho Gaúcho. O sorriso do craque se alargava cada vez mais. Semana após semana, ele causava espanto com suas jogadas sensacionais. Na Copa das Confederações, comandou o show do Brasil, que arrasou a Argentina na finalíssima.
2006 - Fabio Cannavaro. Elegante dentro e fora dos gramados, o italiano gerava palpitações nas meninas e aflição aos adversários. Único zagueiro a ser eleito melhor do mundo, foi premiado pela conquista da Copa do Mundo.
2006 - Fabio Cannavaro. Elegante dentro e fora dos gramados, o italiano gerava palpitações nas meninas e aflição aos adversários. Único zagueiro a ser eleito melhor do mundo, foi premiado pela conquista da Copa do Mundo.
2006 - Fabio Cannavaro. Elegante dentro e fora dos gramados, o italiano gerava palpitações nas meninas e aflição aos adversários. Único zagueiro a ser eleito melhor do mundo, foi premiado pela conquista da Copa do Mundo.
2007 - Kaká. O genro que toda sogra queria, o craque que todo treinador sonhava. Com um estilo de jogo vertical, o obstinado Kaká atravessava defesas com facilidade, sendo ao mesmo tempo organizador e artilheiro. Campeão da Europa e do mundo em 2007, foi escolha indiscutível.
2007 - Kaká. O genro que toda sogra queria, o craque que todo treinador sonhava. Com um estilo de jogo vertical, o obstinado Kaká atravessava defesas com facilidade, sendo ao mesmo tempo organizador e artilheiro. Campeão da Europa e do mundo em 2007, foi escolha indiscutível.
2007 - Kaká. O genro que toda sogra queria, o craque que todo treinador sonhava. Com um estilo de jogo vertical, o obstinado Kaká atravessava defesas com facilidade, sendo ao mesmo tempo organizador e artilheiro. Campeão da Europa e do mundo em 2007, foi escolha indiscutível.
2008 - Cristiano Ronaldo. Marrento, polêmico, midiático, pedante... podem criticar Cristiano Ronaldo de todas as maneiras, mas é inagável: o português é craque de bola. Ainda com a camisa do Manchester United, foi campeão da Liga dos Campeões sobre o Chelsea.
2008 - Cristiano Ronaldo. Marrento, polêmico, midiático, pedante... podem criticar Cristiano Ronaldo de todas as maneiras, mas é inagável: o português é craque de bola. Ainda com a camisa do Manchester United, foi campeão da Liga dos Campeões sobre o Chelsea.
2008 - Cristiano Ronaldo. Marrento, polêmico, midiático, pedante... podem criticar Cristiano Ronaldo de todas as maneiras, mas é inagável: o português é craque de bola. Ainda com a camisa do Manchester United, foi campeão da Liga dos Campeões sobre o Chelsea.
2009 - Messi. Em 2009, começou o reinado de Lionel Messi. Imparável, o baixinho argentino fez uma temporada exuberante com a camisa do Barça e ganhou o prêmio da FIFA pela primeira vez.
2009 - Messi. Em 2009, começou o reinado de Lionel Messi. Imparável, o baixinho argentino fez uma temporada exuberante com a camisa do Barça e ganhou o prêmio da FIFA pela primeira vez.
2009 - Messi. Em 2009, começou o reinado de Lionel Messi. Imparável, o baixinho argentino fez uma temporada exuberante com a camisa do Barça e ganhou o prêmio da FIFA pela primeira vez.
2010 - Messi. A FIFA uniu-se com a France Football e o prêmio passou a ser chamado "Fifa Ballon d'Or". Com três finalistas do timaço do Barcelona, Messi superou Xavi e Iniesta e tornou-se o primeiro não-campeão a ser eleito em ano de Copa do Mundo.
2010 - Messi. A FIFA uniu-se com a France Football e o prêmio passou a ser chamado "Fifa Ballon d'Or". Com três finalistas do timaço do Barcelona, Messi superou Xavi e Iniesta e tornou-se o primeiro não-campeão a ser eleito em ano de Copa do Mundo.
2010 - Messi. A FIFA uniu-se com a France Football e o prêmio passou a ser chamado "Fifa Ballon d'Or". Com três finalistas do timaço do Barcelona, Messi superou Xavi e Iniesta e tornou-se o primeiro não-campeão a ser eleito em ano de Copa do Mundo.
2011 - Messi. Não tem para ninguém. Em cerimônia realizada no último mês de janeiro, Messi tornou-se o primeiro jogador a conquistar o prêmio em três anos consecutivos. Será que o argentino leva mais uma vez nesta edição?
2011 - Messi. Não tem para ninguém. Em cerimônia realizada no último mês de janeiro, Messi tornou-se o primeiro jogador a conquistar o prêmio em três anos consecutivos. Será que o argentino leva mais uma vez nesta edição?
2011 - Messi. Não tem para ninguém. Em cerimônia realizada no último mês de janeiro, Messi tornou-se o primeiro jogador a conquistar o prêmio em três anos consecutivos. Será que o argentino leva mais uma vez nesta edição?

Leia também