Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar:

Reuters International News Photos

Reuters
Firefighters walk towards the site of a residential apartment building collapse and fire in New York City's East Village neighborhood

Exibir galeria

50 fotos

International

Exibir comentários (0)
  • Ficha técnica: França 1 x 3 Brasil

    ... Mais »

    Gazeta Press - 7 minutos atrás
  • O Brasil em todas as Copas - de 1974 a 1990: longo jejum

    Depois da conquista na Copa do Mundo de 1970, no México, a Seleção Brasileira amargou um jejum em Copas do Mundo. Sem a dupla Pelé e Garrincha a impressão que se tinha era de que o país não voltaria a dar uma volta olímpica internacional. O período sem taças foi ingrato para muitos destaques da época, como Zico, Júnior, Falcão, Sócrates e outros menos votados. Mais »

    Gazeta Press - 8 minutos atrás
  • O Brasil em todas as Copas - de 1930 a 1938: o início

    A Seleção Brasileira é a única que participou de todas as Copas do Mundo e é a maior vencedora, com a conquista de cinco títulos. Só que o início da participação brasileira na maior competição do futebol mundial foi marcado pelo fracasso e nada levava a crer que a equipe canarinho ainda seria festejada por todo o mundo pela qualidade do seu futebol. Nas Copas de 30, 34 e 38, o torcedor teve mais motivos para se aborrecer do que para se orgulhar, situação provocada muito mais pela ineficiência dos dirigentes do que pela qualidade dos jogadores. Mais »

    Gazeta Press - 8 minutos atrás
  • O Brasil em todas as Copas - 1994: o tetra

    Rio de Janeiro Mais »

    Gazeta Press - 9 minutos atrás
  • O Brasil em todas as Copas - 1962 e 1966: o bi e o fracasso

    A Seleção Brasileira chegou ao Mundial do Chile mantendo a base do time que conquistou a Copa de 58, mas com um treinador diferente. Aimoré Moreira substituiu Feola no comando. A equipe tinha uma média de idade muito alta. Nilton Santos disputou sua última copa com 38 anos, enquanto Garrincha, Didi, Gilmar, Djalma Santos, Mauro, Zito, Vavá e Zagallo já tinham passado dos 30. Mesmo com tantos veteranos, o Brasil conquistou o bicampeonato, graças principalmente ao gênio de Mané Garrincha que assumiu a responsabilidade de levar a Seleção nas costas, principalmente após a grave contusão sofrida por Pelé no segundo jogo. Mais »

    Gazeta Press - 9 minutos atrás