Jogadores de confiança de técnicos

Por Rodrigo Borges

Thiago Alcântara estava no Barcelona B e subiu para o time principal pelas mãos de Pep Guardiola. O mesmo Guardiola que levou o filho de Mazinho para o Bayern de Munique em 2013. Por enquanto, Thiago não foi para o Manchester City. Por enquanto.

Jogadores de confiança de técnicos

Outro querido por Felipão era o volante Emerson. Campeão da Libertadores pelo Grêmio, o marcador foi para o futebol europeu e acabou chamado para a Copa de 2002. Uma lesão num treino, porém, provocou o corte do então capitão. (Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

O meia Fabiano se incomoda, mas a verdade é que sempre foi mais conhecido como “genro do Luxemburgo”. E foi dirigido pelo treinador mais de uma vez: na seleção olímpica que disputou os Jogos de Sydney 2000, e no Atlético-MG, dez anos depois. (Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

Thiago Alcântara estava no Barcelona B e subiu para o time principal pelas mãos de Pep Guardiola. O mesmo Guardiola que levou o filho de Mazinho para o Bayern de Munique em 2013. Por enquanto, Thiago não foi para o Manchester City. Por enquanto.(Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

Arce, Paulo Nunes e Rivarola foram três jogadores de confiança de Felipão no Grêmio campeão da Libertadores de 1995. Quatro anos depois, o trio de novo venceu o torneio sul-americano sob comando de Felipão, mas desta vez defendendo o verde e branco do Palmeiras. (Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

Quando é perguntado quem foi o melhor treinador que teve na carreira, Romário não coloca nenhum medalhão como resposta. Ele prefere Joel Santana. O Baixinho fez dupla com o treinador no Flamengo, no Fluminense e no Vasco. “Ele não me dava trabalho”, diz Joel. (Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

O atacante Douglas foi importante no time de Mano Menezes que levou o Corinthians de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2008. Quando esteve na seleção, o técnico chegou a convocar o jogador, com quem trabalhou novamente no Corinthians em 2014. (Gazeta Press)

Jogadores de confiança de técnicos

Foi sob comando de Tite que Paulinho despontou como grande volante do futebol brasileiro em 2012. Escondido na China, retornou seleção quando o antigo treinador assumiu o cargo. Deu tão certo que Paulinho, 29 anos, foi contratado pelo Barcelona. (Gazeta Press)