Jogadores de confiança de técnicos

Yahoo Esportes

Por Rodrigo Borges

Thiago Alcântara estava no Barcelona B e subiu para o time principal pelas mãos de Pep Guardiola. O mesmo Guardiola que levou o filho de Mazinho para o Bayern de Munique em 2013. Por enquanto, Thiago não foi para o Manchester City. Por enquanto.

<p>Outro querido por Felipão era o volante Emerson. Campeão da Libertadores pelo Grêmio, o marcador foi para o futebol europeu e acabou chamado para a Copa de 2002. Uma lesão num treino, porém, provocou o corte do então capitão. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

Outro querido por Felipão era o volante Emerson. Campeão da Libertadores pelo Grêmio, o marcador foi para o futebol europeu e acabou chamado para a Copa de 2002. Uma lesão num treino, porém, provocou o corte do então capitão. (Gazeta Press)

<p>O meia Fabiano se incomoda, mas a verdade é que sempre foi mais conhecido como “genro do Luxemburgo”. E foi dirigido pelo treinador mais de uma vez: na seleção olímpica que disputou os Jogos de Sydney 2000, e no Atlético-MG, dez anos depois. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

O meia Fabiano se incomoda, mas a verdade é que sempre foi mais conhecido como “genro do Luxemburgo”. E foi dirigido pelo treinador mais de uma vez: na seleção olímpica que disputou os Jogos de Sydney 2000, e no Atlético-MG, dez anos depois. (Gazeta Press)

<p>Thiago Alcântara estava no Barcelona B e subiu para o time principal pelas mãos de Pep Guardiola. O mesmo Guardiola que levou o filho de Mazinho para o Bayern de Munique em 2013. Por enquanto, Thiago não foi para o Manchester City. Por enquanto.(Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

Thiago Alcântara estava no Barcelona B e subiu para o time principal pelas mãos de Pep Guardiola. O mesmo Guardiola que levou o filho de Mazinho para o Bayern de Munique em 2013. Por enquanto, Thiago não foi para o Manchester City. Por enquanto.(Gazeta Press)

<p>Arce, Paulo Nunes e Rivarola foram três jogadores de confiança de Felipão no Grêmio campeão da Libertadores de 1995. Quatro anos depois, o trio de novo venceu o torneio sul-americano sob comando de Felipão, mas desta vez defendendo o verde e branco do Palmeiras. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

Arce, Paulo Nunes e Rivarola foram três jogadores de confiança de Felipão no Grêmio campeão da Libertadores de 1995. Quatro anos depois, o trio de novo venceu o torneio sul-americano sob comando de Felipão, mas desta vez defendendo o verde e branco do Palmeiras. (Gazeta Press)

<p>Quando é perguntado quem foi o melhor treinador que teve na carreira, Romário não coloca nenhum medalhão como resposta. Ele prefere Joel Santana. O Baixinho fez dupla com o treinador no Flamengo, no Fluminense e no Vasco. “Ele não me dava trabalho”, diz Joel. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

Quando é perguntado quem foi o melhor treinador que teve na carreira, Romário não coloca nenhum medalhão como resposta. Ele prefere Joel Santana. O Baixinho fez dupla com o treinador no Flamengo, no Fluminense e no Vasco. “Ele não me dava trabalho”, diz Joel. (Gazeta Press)

<p>O atacante Douglas foi importante no time de Mano Menezes que levou o Corinthians de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2008. Quando esteve na seleção, o técnico chegou a convocar o jogador, com quem trabalhou novamente no Corinthians em 2014. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

O atacante Douglas foi importante no time de Mano Menezes que levou o Corinthians de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2008. Quando esteve na seleção, o técnico chegou a convocar o jogador, com quem trabalhou novamente no Corinthians em 2014. (Gazeta Press)

<p>Foi sob comando de Tite que Paulinho despontou como grande volante do futebol brasileiro em 2012. Escondido na China, retornou seleção quando o antigo treinador assumiu o cargo. Deu tão certo que Paulinho, 29 anos, foi contratado pelo Barcelona. (Gazeta Press) </p>
Jogadores de confiança de técnicos

Foi sob comando de Tite que Paulinho despontou como grande volante do futebol brasileiro em 2012. Escondido na China, retornou seleção quando o antigo treinador assumiu o cargo. Deu tão certo que Paulinho, 29 anos, foi contratado pelo Barcelona. (Gazeta Press)

Leia também