Atletas olímpicos que se comportaram mal

De tempos em tempos, atletas parecem ignorar os notáveis padrões olímpicos e acabam com uma reputação polêmica, vistos como maus esportistas ou simples idiotas. Veja alguns que mandaram mal!

Exibição de armas! A dupla australiana de nadadores que pensou ser bacana posar com armas em uma loja na Califórnia e depois postar a foto no Facebook um ano antes dos Jogos de Londres serão forçados a deixar o evento logo depois das provas de natação. Nick D'Arcy e Kenrick Monk também foram proibidos de usar redes sociais por um mês, começando no dia 16 de julho, como parte da punição. Foto: Facebook
Exibição de armas! A dupla australiana de nadadores que pensou ser bacana posar com armas em uma loja na Califórnia e depois postar a foto no Facebook um ano antes dos Jogos de Londres serão forçados a deixar o evento logo depois das provas de natação. Nick D'Arcy e Kenrick Monk também foram proibidos de usar redes sociais por um mês, começando no dia 16 de julho, como parte da punição. Foto: Facebook
Exibição de armas! A dupla australiana de nadadores que pensou ser bacana posar com armas em uma loja na Califórnia e depois postar a foto no Facebook um ano antes dos Jogos de Londres serão forçados a deixar o evento logo depois das provas de natação. Nick D'Arcy e Kenrick Monk também foram proibidos de usar redes sociais por um mês, começando no dia 16 de julho, como parte da punição. Foto: Facebook
Politicamente incorreto! Antes de partir para China em 2008, o time masculino de basquete da Espanha posou para uma fotografia. Os jogadores puxaram os olhos, em tentativa de imitar os anfitriões dos Jogos. Sem surpresa, o gesto foi altamente criticado. Pau Gasol se desculpou, em nome de todo o time. Foto: Getty Images
Politicamente incorreto! Antes de partir para China em 2008, o time masculino de basquete da Espanha posou para uma fotografia. Os jogadores puxaram os olhos, em tentativa de imitar os anfitriões dos Jogos. Sem surpresa, o gesto foi altamente criticado. Pau Gasol se desculpou, em nome de todo o time. Foto: Getty Images
Politicamente incorreto! Antes de partir para China em 2008, o time masculino de basquete da Espanha posou para uma fotografia. Os jogadores puxaram os olhos, em tentativa de imitar os anfitriões dos Jogos. Sem surpresa, o gesto foi altamente criticado. Pau Gasol se desculpou, em nome de todo o time. Foto: Getty Images
Ilusões de grandeza O patinador russo Evgeni Plushenko planejou vencer a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010. Mas, ele teve que se conformar com a prata, depois de derrota apertada para o americano Evan Lysacek. Será? Em seu site pessoal, ele reclamou de ter ganho uma "medalha de platina". É o seu mundo Plushenko. Nós apenas vivemos nele. Foto: Getty Images
Ilusões de grandeza O patinador russo Evgeni Plushenko planejou vencer a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010. Mas, ele teve que se conformar com a prata, depois de derrota apertada para o americano Evan Lysacek. Será? Em seu site pessoal, ele reclamou de ter ganho uma "medalha de platina". É o seu mundo Plushenko. Nós apenas vivemos nele. Foto: Getty Images
Ilusões de grandeza O patinador russo Evgeni Plushenko planejou vencer a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010. Mas, ele teve que se conformar com a prata, depois de derrota apertada para o americano Evan Lysacek. Será? Em seu site pessoal, ele reclamou de ter ganho uma "medalha de platina". É o seu mundo Plushenko. Nós apenas vivemos nele. Foto: Getty Images
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Comemoração com estilo Depois de conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de 2010, o time feminino canadense de hóquei comemorou dentro da arena, com charutos e bebida. Uma das jogadores do time, Marie-Philip Pulin, tinha apenas 18 anos, um ano a menos do que a idade permitida para beber na província de British Columbia. Foto: Getty Images
Comemoração com estilo Depois de conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de 2010, o time feminino canadense de hóquei comemorou dentro da arena, com charutos e bebida. Uma das jogadores do time, Marie-Philip Pulin, tinha apenas 18 anos, um ano a menos do que a idade permitida para beber na província de British Columbia. Foto: Getty Images
Comemoração com estilo Depois de conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Inverno de 2010, o time feminino canadense de hóquei comemorou dentro da arena, com charutos e bebida. Uma das jogadores do time, Marie-Philip Pulin, tinha apenas 18 anos, um ano a menos do que a idade permitida para beber na província de British Columbia. Foto: Getty Images
Medidas extremas! O ambiente da patinação olímpica é incrivelmente competitivo. Em 1994, essa competitividade se tornou suja. Com a ajuda de seu marido e de outras pessoas, Tonya Harding conspirou para machucar as pernas da rival Nancy Kerrigan. Kerrigan foi agredida ao vivo, mas competiu e venceu a medalha de prata, Harding recebeu pena de três anos de prisão condicional e 500 horas de serviços comunitários. Foto: AP
Medidas extremas! O ambiente da patinação olímpica é incrivelmente competitivo. Em 1994, essa competitividade se tornou suja. Com a ajuda de seu marido e de outras pessoas, Tonya Harding conspirou para machucar as pernas da rival Nancy Kerrigan. Kerrigan foi agredida ao vivo, mas competiu e venceu a medalha de prata, Harding recebeu pena de três anos de prisão condicional e 500 horas de serviços comunitários. Foto: AP
Medidas extremas! O ambiente da patinação olímpica é incrivelmente competitivo. Em 1994, essa competitividade se tornou suja. Com a ajuda de seu marido e de outras pessoas, Tonya Harding conspirou para machucar as pernas da rival Nancy Kerrigan. Kerrigan foi agredida ao vivo, mas competiu e venceu a medalha de prata, Harding recebeu pena de três anos de prisão condicional e 500 horas de serviços comunitários. Foto: AP
Ignore o microfone! O snowboarder Shaun White aprendeu isso do pior jeito nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010, quando seu técnico, Bud Keene, sussurrou sobre sua estratégia antes de entrar na corrida final. O técnico disse "m..." e iniciou uma pequena polêmica. Foto: Getty
Ignore o microfone! O snowboarder Shaun White aprendeu isso do pior jeito nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010, quando seu técnico, Bud Keene, sussurrou sobre sua estratégia antes de entrar na corrida final. O técnico disse "m..." e iniciou uma pequena polêmica. Foto: Getty
Ignore o microfone! O snowboarder Shaun White aprendeu isso do pior jeito nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010, quando seu técnico, Bud Keene, sussurrou sobre sua estratégia antes de entrar na corrida final. O técnico disse "m..." e iniciou uma pequena polêmica. Foto: Getty
Perdedor sensível! Atletas são pessoas passionais, mas, às vezes, podem passar dos limites. Depois de perder para Andrea Minguzzi, da Itália, na final dos Jogos de Pequim, em 2008, o lutador sueco Ara Abrahamian jogou sua medalha de prata no chão e deixou a cerimônia de premiação. Minguzzi disse: "Certamente, qualquer um pode questionar decisões dos árbitros, mas no esporte é adequado mostrar espírito esportivo e aceitar os resultados." Foto: AP
Perdedor sensível! Atletas são pessoas passionais, mas, às vezes, podem passar dos limites. Depois de perder para Andrea Minguzzi, da Itália, na final dos Jogos de Pequim, em 2008, o lutador sueco Ara Abrahamian jogou sua medalha de prata no chão e deixou a cerimônia de premiação. Minguzzi disse: "Certamente, qualquer um pode questionar decisões dos árbitros, mas no esporte é adequado mostrar espírito esportivo e aceitar os resultados." Foto: AP
Perdedor sensível! Atletas são pessoas passionais, mas, às vezes, podem passar dos limites. Depois de perder para Andrea Minguzzi, da Itália, na final dos Jogos de Pequim, em 2008, o lutador sueco Ara Abrahamian jogou sua medalha de prata no chão e deixou a cerimônia de premiação. Minguzzi disse: "Certamente, qualquer um pode questionar decisões dos árbitros, mas no esporte é adequado mostrar espírito esportivo e aceitar os resultados." Foto: AP
Culpe o árbitro! Angel Matos, atleta de Taekwondo, conquistou a medalha de ouro nos Jogos de Sydney, em 2000, mas foi desclassificado em 2008 por demorar muito no atendimento médico. Matos não levou muito na boa a desclassificação. Em vez de apenas ficar de mau humor, ele chutou a cara do árbitro e foi banido para sempre do esporte. Foto: AP
Culpe o árbitro! Angel Matos, atleta de Taekwondo, conquistou a medalha de ouro nos Jogos de Sydney, em 2000, mas foi desclassificado em 2008 por demorar muito no atendimento médico. Matos não levou muito na boa a desclassificação. Em vez de apenas ficar de mau humor, ele chutou a cara do árbitro e foi banido para sempre do esporte. Foto: AP
Culpe o árbitro! Angel Matos, atleta de Taekwondo, conquistou a medalha de ouro nos Jogos de Sydney, em 2000, mas foi desclassificado em 2008 por demorar muito no atendimento médico. Matos não levou muito na boa a desclassificação. Em vez de apenas ficar de mau humor, ele chutou a cara do árbitro e foi banido para sempre do esporte. Foto: AP

Leia também