Atletas mais raivosos da história

O USA Today fez uma lista dos 20 atletas mais raivosos (ou bravos, dependendo da tradução) da história.

Alguns são figurinhas carimbadas no Brasil também, mas outros têm peculiaridades muito interessantes. Veja

abaixo:

Ninguém deve brincar com a patinadora Tonya Harding. Em 1994, ela foi descoberta ao criar uma emboscada para quebrar a perna de uma rival antes de um torneio. Ela foi multada em 160 mil dólares e 500 horas de serviço comunitário. Foto: AP

O técnico Bobby Knight tentou estrangular o jogador Neil Reed em 1997, durante um treino, em imagem captada pela CNN. Foto: AP

O jogador de beisebol Albert Belle perseguiu e atropelou um grupo supostamente cometeu atos de vandalismo na sua casa durante festa de Halloween. Foto: AP

A jogadora universitária de futebol Elizabeth Lambert ficou famosa em 2009, quando deu pelo menos cinco agressões graves em um mesmo jogo, sendo uma delas uma puxada de cabelo no rabo de cavalo de uma rival. Foto: AP

O meia francês Eric Cantona é bastante conhecido no mundo por ter agredido subido a arquibancada e agredido um torcedor em 1995, depois de ter sido expulso. Além disso, já foi preso algumas vezes por brigas. Foto: AP

John McEnroe popularizou as quebras de raquete no tênis mundial. Isso sempre acompanhado de xingamentos e destemperos. Foto: AP

O jogador de beisebol Kenny Rogers agrediu dois cinegrafistas por motivo desconhecido e foi suspenso por 20 jogos em 2005. Foto: AP

O ex-jogador de basquete Latrell Sprewell perdeu a cabeça em 1997, quando tentou asfixiar seu treinador, P.J. Carlesimo, durante um treino. Foto: AP

O boxeador Mike Tyson mordeu a orelha de Evander Holyfield em luta de 1997. Já foi preso acusado de agredir um fotógrafo e de estupro de uma garota. Foto: AP

Ron Artest mudou seu nome para Metta World Peace em 2011. Porém, a referência à paz mundial não o impediu de subir arquibancadas e lutar contra alguns torcedores. Foto: AP