Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

O ranking da Fifa não tem grande utilidade prática e ninguém sabe muito bem como funciona. Mas quando o Brasil não está em primeiro (ou chega à liderança), sempre é notícia. Com a proximidade da Copa do Mundo, é bem provável que os melhores colocados nesta lista estejam na Rússia. O Yahoo resolveu ver quem são os artilheiros das dez melhores seleções segundo a Fifa. Todos serão candidatos a astros no próximo Mundial. Por Sandro Biaggi

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

10. David Silva (Espanha) – Desde a aposentadoria de David Villa da seleção, na Copa de 2014, a Fúria está sem uma referência no ataque. Ele é o maior goleador da seleção, com 59. Pequeno, rápido, com excelente passe e visão de jogo, David Silva tem 30 gols pela Espanha. Mais que Pedro, o atacante com melhor marca pela equipe (11). Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

9. Shaqiri (Suíça) – Meia-atacante forte fisicamente e veloz, Shaqiri é o principal nome do futebol suíça mas, em matéria de clubes, já viveu melhores momentos. Saiu do Bayern de Munique para Internazionale e, depois, para o Stoke City. Autor do gol mais bonito da última Eurocopa, de voleio, ele tem 18 pela sua seleção, ainda distante do recorde de Alexander Frei: 42. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

8. Cristiano Ronaldo (Portugal) – Mais um atacante que é artilheiro, capitão e referência de sua seleção. Maior artilheiro da equipe portuguesa da história, com 71 gols, Cristiano Ronaldo se diferencia de Neymar e Messi por um fato: já conquistou um título de expressão pela seleção principal. Foi campeão da Eurocopa de 2016. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

7. Lukaku (Bélgica) – Um dos artilheiros mais valorizados na Europa, Lukaku só foi titular na Copa de 2014 porque Benteke se lesionou. Com 20 gols, ele é o principal artilheiro entre os jogadores que vêm sendo convocados pelo técnico Roberto Martinez. Como tem apenas 23 anos, deve no futuro se tornar o grande goleador belga, posição que é dividida hoje por Bernard Voorhoof e Paul van Himst, com 30 gols cada. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

6. Giroud (França) – Centroavante de área, forte no jogo aéreo e que quando está em má fase irrita qualquer torcedor, Giroud é opção de segurança da seleção francesa quando precisa achar um gol. Foram 23 feitos até agora, o que deve garantir sua participação na Copa do Mundo na Rússia. Ele está quase na metade do caminho para chegar à marca de Thierry Henry. Com 51, é o principal goleador que a seleção já teve. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

5. Radamel Falcao (Colômbia) – Difícil determinar o principal goleador atual da seleção colombiana. O principal artilheiro da história é Falcao, que conseguiu renascer na atual temporada com boas atuações pelo Monaco. São 25 anotados pela Colômbia e está empatado com o ex-atacante Iguarán na liderança. O bom futebol de Falcao deve fazê-lo ser convocado novamente. Entre os que vêm sendo chamados pelo argentino José Pekerman, o dono da melhor marca de gols é James Rodríguez, com 19. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

4. Alexis Sánchez (Chile) – Incansável em campo e um dos raros destaques do Arsenal nas últimas temporadas, Sánchez é depositário das esperanças chilenas. Mesmo lesionado em 2014, ajudou a quase eliminar o Brasil nas oitavas de final. Mais um gol o tornará o maior artilheiro da seleção em todos os tempos. Com 37, está empatado com Marcelo Salas. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

3. Muller (Alemanha) – Um atacante inteligente, que sai da área para buscar o jogo, adorado por treinadores pela sua adaptação tática, Muller abriu o caminho para os 7 a 1 sobre o Brasil na Copa de 2014. Fez parte do seu repertório de 37 gols pela seleção alemã. É o principal artilheiro da equipe atualmente. Ainda está longe de Miroslav Klose que, com 71 anotados, é o maior goleador da história do time germânico. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

2. Messi (Argentina) – Lionel não consegue fugir dos questionamentos quando veste a camisa da sua seleção. Nunca conquistou qualquer título pela Argentina. Perdeu três finais em sequência (uma Copa do Mundo e duas Copas Américas) e chegou a anunciar que abandonaria a equipe. Depois voltou atrás. Na quantidade de gols, é imbatível. Com 58, é o maior artilheiro da história da equipe. Foto: AP

Artilheiros das 10 maiores seleções do mundo em atividade

1. Neymar (Brasil) – O jogador do Barcelona se transformou para o Brasil no que seu companheiro e amigo Lionel Messi é para a Argentina: o dono do time. Com 52 gols marcados aos 25 anos, é difícil imaginar que ele não se transformará no maior goleador da seleção no futuro. O posto por enquanto é de Pelé, com 95. É verdade que na idade de Neymar, o Rei já havia vencido duas Copas do Mundo. Mas o ex-santista tem tempo para chegar lá. Foto: AP