10 vezes em que o Flamengo ficou só no cheirinho

Por Rodrigo Borges

Quando o Flamengo engrena, a torcida adora dizer que “deixou chegar”. Ou seja: para o rubro-negro, quando o time disputa um título, ninguém segura. Mas a história mostra que nem sempre acontece assim. O time de maior torcida do Brasil já deixou títulos escorregarem das mãos.

Campeonato Carioca de 1968

Bastava um empate contra o Bonsucesso para o Flamengo vencer o Campeonato Carioca de 1968. Quem poderia esperar uma derrota por 2 a 0 no Macaranã? O resultado deu nova vida ao Botafogo, que já dava a competição por perdida, mas acabou levando o bicampeonato estadual. Foto: Reprodução

Copa Libertadores de 1983

O Flamengo, que tinha sido campeão dois anos antes, deu vexame na Copa Libertadores de 1983. No grupo com Grêmio e dois times bolivianos, chegou à última rodada da fase de grupos já eliminado – apenas o vencedor da chave avançava. O Tricolor gaúcho seria o campeão. Foto: Gazeta Press

Campeonato Carioca de 1995

Flamengo era favorito no Campeonato Carioca de 1995. No seu centenário, tinha Romário, Sávio, o técnico Vanderlei Luxemburgo e só precisava empatar com o Fluminense. Aos 42 do segundo tempo, de barriga, Renato Gaúcho, encerrou a festa rubro-negra ao fazer 3 a 2. Foto: Acervo/Gazeta Press

Supercopa Libertadores de 1995

O ano do centenário foi trágico para o Flamengo, que fechou o ano perdendo a Supercopa Libertadores. Após eliminar Vélez, Nacional e Cruzeiro, o Rubro Negro, comandado pelo radialista Washington Rodrigues, o Apolinho (!), caiu na final contra o Independiente. Foto: Gazeta Press

Torneio Rio-SP de 1997

O Santos vivia uma fila de grandes títulos que durava 13 anos. Não parecia ser um rival à altura do Flamengo, ainda mais para uma final no Macaranã e com Romário em campo. Mas foi o Peixe quem levou o Torneio Rio-SP de 1997. O gol decisivo do 2 a 2 foi de Juari (lembra?). Foto: Divulgação/Flamengo

Copa Mercosul de 2001

Quem para o Flamengo em finais? Na Copa Mercosul de 2001, a resposta parecia ser “ninguém”. O rival na decisão era o San Lorenzo, a quem o Rubro-Negro derrotara duas vezes na primeira fase. Mas a taça, decidida nos pênaltis em Buenos Aires, ficou com os argentinos. Foto: Getty Images

Copa do Brasil de 2004

Parecia uma mera formalidade a decisão da Copa do Brasil de 2004. Afinal, depois de um empate no jogo de ida, Flamengo e o surpreendente Santo André decidiriam o troféu no Maracanã. O choque: vitória do time paulista por 2 a 0 diante de 72 mil torcedores. Foto: Gazeta Press

Copa Libertadores de 2008

Nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2008, o Flamengo venceu o América, na Cidade do México, por 4 a 2. Parecia que a vaga nas quartas era certa, mas no Macaranã uma chocante derrota para o rival por 3 a 0 decretou a eliminação e o trauma para o torcedor rubro-negro. Foto: André Mourão/AGIF/Gazeta Press

Campeonato Brasileiro de 2008

No início do Campeonato Brasileiro de 2008, o Flamengo chegou a liderar com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado. A festa acabou na reta final do primeiro turno. No fim da competição, não conseguiu ir além do quinto lugar e ficou sem vaga na Libertadores. Foto: Gazeta Press

Campeonato Brasileiro de 2016

No Campeonato Brasileiro de 2016 a torcida rubro-negra dizia que sentia um tal “cheirinho” de título. Embora tenha sido o maior perseguidor do campeão Palmeiras durante a disputa, o Flamengo acabou ficando apenas com a terceira colocação, atrás também do Santos, vice. Foto: Futura Press