10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Tabu, jejum, fila. Há muitos no mundo do futebol, que incomodam torcidas no mundo inteiro. Há clubes que nunca ergueram uma taça, outros que não vencem o principal campeonato do país há muitos anos e grandes seleções que vivem uma seca alarmante. O Yahoo! fez um levantamento com 10 desses tabus que nasceram no século passado e insistem em permanecer.

Rodrigo Herrero (@rodrigoherrero)

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Tottenham – Atual segundo colocado no Campeonato Inglês, o Tottenham luta para voltar a gritar “É, campeão!”. O time londrino detém apenas dois torneios nacionais, sendo que o último foi alcançado na temporada 1960-1961, ou seja, há 55 anos! No período ergueu algumas copas inglesas e até mesmo europeias, mas nada que alcançasse a glória do torneio mais importante do país. Foto: AP

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Atlético-MG – Campeão brasileiro em 1971 com Telê Santana como técnico, o Atlético-MG nunca mais ergueu a taça do principal campeonato nacional. Lá se vão quase 46 anos desde aquele título. Recentemente ergueu a Libertadores da América, Recopa Sul-Americana e Copa do Brasil, mas no Brasileirão, o máximo que chegou foi ao vice, em cinco oportunidades (1977, 1980, 1999, 2012 e 2015). Foto: Gazeta Press

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Torino – O tradicional Torino conquistou sete vezes o scudetto do Campeonato italiano. Mas a última vez foi na temporada 1975-1976, portanto, há mais de 40 anos. Desde então conseguiu erguer uma Copa Itália em 1993 e a Série B nacional na temporada 2000-2001. O clube chegou a ir à falência em 2005, mas retornou no ano seguinte e conseguiu se recuperar, ainda que não com a força de antes. Para piorar, vê seu maior rival, a Juventus, empilhar títulos nacionais, podendo chegar ao hexacampeonato nacional consecutivo nesta temporada. Foto: AP

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Internacional – O Internacional foi tricampeão nacional na década de 70, sendo o último caneco em 1979. Mas de lá para cá a equipe chegou no máximo a quatro vices (1988, 2005, 2006 e 2009). Mesmo tendo vencido há poucos anos duas Libertadores, duas recopas e uma Copa Sul-Americana, o tabu nacional segue, e pelo menos por mais um ano, já que o Colorado está na Série B em 2017. Foto: Gazeta Press

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Rosário Central – Os Canalhas, como são conhecidos os rosarinos, vivem uma seca de quase 30 anos. O último Campeonato Argentino conquistado foi em 1987. De lá para cá, nem chance de erguer o caneco. Para compensar, venceram a Copa Conmebol em 1995 e a Série B nacional em 2013, torneios bem menores que o Argentinão. Foto: AP.

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Liverpool – Com 18 títulos do Campeonato Inglês, o Liverpool é o segundo maior campeão nacional do país, perdendo apenas para o Manchester United, que detém 20 taças. O problema é que o último caneco erguido pelos Reds foi na temporada 1989-1990. E esse ano o time não tem mais chances de ser campeão. Portanto, serão 27 anos completados sem comemorar o campeonato nacional. Foto: AP

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

São Paulo – Brasileiro com o maior número de títulos internacionais, além de possuir seis campeonatos brasileiros, o São Paulo nunca ganhou a Copa do Brasil. A competição existe desde 1989 e, apesar do clube não a ter disputado por muitos anos por estar envolvido com a Libertadores (a CBF impedia que as equipes jogassem os dois torneios), essa Copa virou uma obsessão recente para a torcida tricolor, que espera que o clube alcance a glória no último título de grande importância que falta à galeria. Foto: Gazeta Press

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Argentina – A Seleção Argentina vive um jejum enorme de títulos. Seu último Mundial foi conquistado em 1986, no México, com Maradona atuando no mais alto nível. Depois disso, a última taça erguida foi a Copa América, disputada no Equador em 1993. São 24 quatro anos sem gritar “É, campeão!”, e ainda com três vices bem recentes: Copa do Mundo de 2014, no Brasil, perdida para a Alemanha, e duas na Copa América, em 2015 e 2016, ambas com derrotas para o Chile. Foto: AP

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Holanda – A Holanda tem histórias maravilhosas em Copas do Mundo. De futebol brilhante e revolucionário, encantou o mundo em 1974 com a Laranja Mecânica. Porém, ficou só com vice-campeonato, repetido em 1978. E apesar dos craques revelados ao mundo e da qualidade no futebol, seu único título é uma Eurocopa, conquistada em 1988 com Marco Van Basten e Rud Gullit. A fila prossegue. Foto: AP

10 tabus do século passado que ainda resistem no futebol

Ponte Preta – A Ponte Preta é um caso de tabu que atravessa um século. Fundada em 11 de agosto de 1900, a Macaca nunca levantou um troféuzinho sequer. Mas ela bateu na trave algumas vezes. O clube detém seis vice-campeonatos paulistas, dois vices na Série B do Brasileirão, sendo o último em 2014, além de ter chegado à final da Copa Sul-Americana em 2013, perdendo a decisão para o Lanús-ARG. Na finalíssima do Paulistão-2017 diante do Corinthians, há mais uma chance para acabar com esse tabu. Foto: Gazeta Press