10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Apesar da crise econômica no Brasil, que também atinge os clubes, o período de contratações para a temporada 2017 mostrou algumas equipes esvaziando os bolsos para trazer reforços, outros aproveitando oportunidades para gastar somente com salários e trazer a estrela tão reclamada pela torcida. Confira as 10 maiores contratações para o ínicio deste ano no futebol brasileiro,sejam eles os mais badalados ou os nem tanto, mas que custaram alto para os times.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Bruno Henrique – Santos – O Santos desembolsou 4 milhões de euros (cerca de 10 milhões de reais) para contratar o atacante Bruno Henrique, que estava no Wolfsburg e se destacou no Goiás em 2015. Seu nome não é muito conhecido nem mesmo badalado, mas o gasto feito pelo Peixe revela a aposta por um ataque ainda mais forte, pois o setor, que já tinha Ricardo Oliveira e Copete, também teve a contratação de Kayke, que estava no Japão.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Conca – Flamengo – O meia argentino Conca foi o principal nome do Flamengo e talvez do Brasil para este começo de temporada. Almejado por vários cliubes, o atleta que estava na China foi emprestado para o Rubro-Negro até o fim do ano, em uma negociação sem grandes custos. Recebido com festa pela torcida, o atleta é a aposta dos cariocas na Copa Libertadores.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Felipe Melo – Palmeiras – O polêmico volante Felipe Melo é um dos principais nomes do Palmeiras para a temporada. Desejado por São Paulo e Flamengo, o jogador acabou atraído pelo dinheiro alviverde. Com contrato até o meio do ano com a Inter de Milão, Felipe Melo chegou a um acordo para se livrar da multa e poder jogar no Brasil desde já. Com discursos fortes, conquistou a torcida logo na chegada e deve ser um dos líderes do time na Libertadores.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Thiago Neves – Cruzeiro – O principal nome contratado no futebol mineiro até agora em 2017 é o do meia Thiago Neves. Vindo do futebol dos Emirados Árabes Unidos, o atleta chega para devolver o Cruzeiro ao caminho dos títulos, após lutar para não cair no Brasileirão do ano passado. Sua chegada ocorre em meio a muita expectativa da torcida cruzeirense.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Alejandro Guerra – Palmeiras – O meia Alejandro Guerra, destaque do atual campeão da Libertadores Nacional de Medellín, chega para resolver a armação palmeirense e qualificar o elenco do técnico Eduardo Baptista. O venezuelano de 31 anos custou 2,92 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões), segundo o site Transfermarkt.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Montillo – Botafogo – O Botafogo quer deixar de ser coadjuvante e deseja brilhar nas principais competições que disputa este ano, especialmente na Libertadores e no Brasileiro. Por isso, repatriou o meia argentino Montillo, no que foi sua principal aquisição para 2017. Contratado sem custos junto ao chinês Shandong Luneng, o atleta é a esperança de levar o Fogão à fase de grupos do principal torneio continental.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Wellington Nem – São Paulo – Contratado junto ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por empréstimo de um ano, o atacante Wellington é, até o momento, a principal contratação do São Paulo. E suas primeiras aparições com a camisa tricolor na Flórida Cup dão esperança ao torcedor. Foi dos melhores jogadores no torneio de verão dos Estados Unidos.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Muriqui – Vasco – Depois de rodar o futebol asiático, o atacante Muriqui foi contratado pelo Vasco e chega após ter atuado por mais de seis anos entre China, Catar e Japão. Sem gastos de transferência ao clube cruz-maltino, Muriqui é a esperança de gols da equipe que busca evitar um novo descenso à Série B nacional.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Sornoza e Orejuela – Fluminense – O Fluminense fechou negócio desde o término da Libertadores dois equatorianos bons de bola que surgiram no Independiente Del Valle, vice-campeão da Libertadores do ano passado: Sornoza e Orejuela. O primeiro é um meia muito habilidoso, enquanto que o segundo é um volante marcador, mas muito moderno, que aparece para o jogo. O valor pago foi um tanto quanto alto para dois atletas do futebol do Equador, cerca de R$ 12,3 milhões (R$ 6,13 milhões cada), de acordo com informações do UOL. Mas até agora, nos treinos, têm encantado o técnico Abel Braga.

10 maiores contratações para o início de 2017 no Brasil

Hyoran – Palmeiras – A revelação da Chapecoense ainda nem vingou no futebol profissional e já vale uma pequena fortuna. O meia Hyoran foi contratado pelo Palmeiras por cerca de sete milhões de reais, um valor e tanto por um jogador de 23 anos que não era peça principal na equipe catarinense, tanto que não estava na delegação verde que morreu trágico acidente aéreo em Medellín, em novembro.