Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Por Vinicius Andreoli

Os jogadores famosos costumam ter salários milionários se comparados ao da maioria do povo brasileiro. Porém, os gastos também são bem grandes e envolvem o sustento de uma família numerosa ou o pagamento de pensão alimentícia, por exemplo. O não pagamento ou atraso do valor estipulado pode render até 30 dias de cadeia para o devedor. Por essa razão, não é difícil casos de jogadores conhecidos terem ido parar até na prisão por dívidas de pensão. Vamos lembrar dez atletas que já tiveram problemas com a pensão alimentícia.


10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Vélber – O atacante Vélber que apareceu para o futebol nacional no Paysandu e jogou pelo São Paulo entre 2004 e 2005 ficou preso por 86 dias em 2015 por atrasos no pagamento da pensão. O curioso é que foi o próprio Vélber que se entregou mesmo não havendo um mandado de prisão contra ele. O jogador disse que não tinha condições de pagar o valor da dívida, R$125 mil, pois estava desempregado desde 2013. Nesse período o atacante passou por um susto, foi feito de refém durante uma rebelião dos detentos e quase foi morto no presídio em Belém. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Marcelinho Paraíba – O meia Marcelinho Paraíba também foi preso por problemas relacionados à pensão alimentícia. Em 2012, quando atuava no Boa Esporte, o jogador agrediu a ex-mulher quando ela foi cobrar R$60 mil equivalente a um ano de atraso na pensão. O jogador foi detido pelo ato de violência, mas foi solto após pagar fiança. Aos 41 anos, Marcelinho coleciona passagens por inúmeros clubes do Brasil e exterior entre eles São Paulo, Grêmio, Flamengo e Sport. Hoje, ele joga pelo Treze da Paraíba. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Zé Elias – Em 2011, Zé Elias viveu um drama ao passar 30 dias preso por não pagar pensão alimentícia a sua ex-mulher, com quem teve dois filhos. O ex-jogador se apresentou à polícia voluntariamente após receber um mandado da dívida que ultrapassava R$1 milhão. Zé Elias tinha que pagar uma quantia mensal de R$25 mil, mas já havia pedido a redução desse valor por não ser compatível com seus rendimentos, já que estava desempregado na ocasião. Posteriormente, a Justiça reduziu a pensão para um salário mínimo para cada filho. Zé Elias foi revelado no Corinthians e teve passagens por Bayern Leverkusen, Inter de Milão, Santos e Seleção Brasileira onde ganhou a medalha de bronze nas Olimpíadas de 1996. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Tuta – Quem também foi preso por não pagar pensão alimentícia foi Tuta, ex-atacante de Palmeiras, Fluminense e Flamengo. Tuta atuava pela União Barbarense em 2012 quando foi detido ainda dentro do estádio logo após um treino do time. A dívida do jogador com sua ex-esposa era de R$85mil referente aos dois filhos. Tuta passou uma noite na prisão e foi liberado após acordo. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Fábio Bilica – O zagueiro Fábio Bilica (Na imagem com a camisa do Grêmio) pode ser chamado de um jogador problema, mas fora dos gramados. Isso porque o atleta de 38 anos com passagens por Vitória, Grêmio, futebol italiano e seleção olímpica já foi preso em cinco oportunidades. A última delas ocorrida em outubro de 2016 foi por não pagar pensão alimentícia no valor de R$17 mil. Essa foi a segunda vez que Bilica foi detido por esse motivo, a outra foi em 2009. Ele também teve problemas com a Justiça por corrupção de menores e suspeitas de estupro. Foto: Futura Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Leonardo – Leonardo, ex-atacante de clubes como Palmeiras, Corinthians, Vasco e Sport ficou preso por duas noites em Recife por não pagar pensão. O valor devido por Leonardo era de R$120 mil por conta de um relacionamento extraconjugal quando ainda defendia o Palmeiras, em 1996. Ídolo do Sport, ele faleceu em 2016, aos 41 anos, por conta de neurocisticercose, doença provocada pelo consumo de carne de porco mal preparada. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Romário – O atual senador Romário também enfrentou problemas com uma de suas ex-mulheres, Mônica Santoro, pelo atraso no pagamento da pensão alimentícia em 2004 e 2009. Na última, o baixinho chegou a passar uma noite na delegacia até que fosse comprovada a quitação do débito de cerca de R$85 mil. Com fama de mulherengo, Romário já teve vários casos e foi casado três vezes. Mônica foi a primeira mulher do ex-jogador com quem teve dois filhos, Moniquinha e Romarinho. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Enner Valencia – O jogador da seleção do Equador Enner Valencia fez de tudo para não ser preso por atraso no pagamento da pensão alimentícia da filha de cinco anos. O atacante simulou uma contusão no jogo entre Equador e Chile pelas Eliminatórias da Copa 2018 para fugir da polícia. Aos 37 do 2º tempo, ele foi substituído e deixou o campo no carrinho que levava a maca direto para a ambulância com os policiais atrás na perseguição. Na véspera da partida, a polícia esteve no estádio Atahualpa para prender Valencia, mas ele escapou com a ajuda dos companheiros. Após o ocorrido, o atleta entrou em acordo e pagou a dívida de R$54 mil e não foi preso. Foto: Gazeta Press

10 Jogadores que já tiveram problemas com pensão alimentícia

Edilson – O pentacampeão com a Seleção Brasileira em 2002, Edilson Capetinha, passou dez dias na prisão em 2016 por uma dívida de pensão alimentícia. O ex-jogador de 44 anos devia R$430 mil incluindo juros equivalentes a três anos de atraso para um dos três filhos, mas foi libertado após pagar uma parte do valor, cerca de R$30 mil. Essa não foi a primeira vez que o ex-jogador de Corinthians, Vasco, Palmeiras, Flamengo entre outros times foi preso. Em 2014, ele foi detido em Salvador pelo mesmo problema, uma dívida de R$102. Foto: Gazeta Press