10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Por Fernando Cesarotti (@cesarotti)

Gols bonitos qualquer um pode fazer. Títulos já não são para todos, assim como as indicações aos prêmios oferecidos pela Fifa. Nesta lista, apresentamos craques que fariam bonito em qualquer time do mundo, mas que foram deixados para trás na lista dos 24 escolhidos a melhores do mundo em 2016, lista encabeçada, mais uma vez, por Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar.

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Di María – A perda do título francês para o Monaco e a eliminação na Champions com goleada para o Barcelona derrubaram as votações dos jogadores do Paris Saint-Germain. Para Di María, a situação complicada da Argentina nas Eliminatórias complicou um pouco mais a situação, e o meia, indicado à seleção dos melhores em 2016, desta vez não passou perto dela. Pegar carona nas estrelas Neymar, no clube, e Messi, na seleção, pode ser a saída para Di María voltar a estar perto do topo. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Vardy – O atacante inglês surfou na onda do surpreendente Leicester, campeão da Premier League em 2016, para ser indicado entre os melhores do mundo na votação da Fifa. Ganhou vaga na seleção, recusou propostas de clubes grandes e acabou ofuscado pelo fraco desempenho do time na temporada seguinte, que por pouco escapou do rebaixamento. Só durante os próximos meses saberemos se Varde viveu apenas um sonho de uma noite de verão ou se tem lugar cativo entre os grandes do futebol mundial. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Pogba – O ex-jogador mais caro do mundo perdeu o posto para Neymar e a preferência dos eleitores, que desta vez não o colocaram entre os 24 melhores do ano, mesmo tendo brilhando com a Juventus finalista da Liga dos Campeões e mais uma vez campeã italiana. Faltou um pouco mais de brilho para o francês convencer os eleitores. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Müller – A queda precoce do Bayern de Munique na Liga dos Campeões ofuscou o atacante, que ainda por cima ganhou folga na seleção mista da Alemanha que venceu a Copa das Confederações. Assim, ficou mais difícil convencer os eleitores, mesmo com a conquista de mais uma Bundesliga. O jeito vai ser brilhar na conquista do penta alemão, em campos russos, para voltar à lista dos melhores. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Gabriel Jesus – Recém-chegado ao futebol europeu, principal centro de atenção dos eleitores do prêmio, o atacante ainda foi prejudicado por lesões que o deixaram de fora de alguns jogos. Se conseguir levar o City a conquistas e for um bom coadjuvante para Neymar na Copa, com a camisa 9 da Seleção, o jovem brasileiro certamente ganhará pontos que podem levá-lo à seleção do mundo no próximo ano. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Ozil – Outro alemão que ganhou descanso durante a Copa das Confederações, o meia ainda ficou ofuscado na votação pela fraca temporada do Arsenal, que depois de anos não se classificou para a Liga dos Campeões. Disputando apenas a Premier League e a Liga Europa, terá que jogar muita bola com a seleção alemã na Rússia para voltar a ter crédito entre os eleitores do prêmio da Fifa.(Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Coutinho – Titular absoluto da Seleção Brasileira com Tite, o meia brilhou no primeiro semestre pelo Liverpool, mas viveu um começo de temporada turbulento depois das férias, em meio às propostas do Barcelona. Acabou ficando na Inglaterra e tomando um leve castigo do técnico Jurgen Klopp, que lhe deu alguns minutos de banco. Talento tem, mas vai ter que fazer bonito em Anfield e na Rússia para sonhar com um lugar entre os melhores em 2018. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Agüero – Um dos dois jogadores do Manchester City indicados ao prêmio em 2016, ao lado do belga De Bruyne, o argentino acabou ofuscado neste ano pelo mau desempenho do clube, que terminou a temporada europeia sem títulos e com o técnico Guardiola bastante questionado. Para voltar a sonhar com o prêmio, precisa antes de tudo convencer o técnico Jorge Sampaoli de que merece um lugar na seleção argentina, onde não consegue se firmar como titular. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Bale – Nem a presença nos títulos espanhol e da Liga dos Campeões foram o suficiente para manter o galês entre os escolhidos na votação da imprensa, dos jogadores e do público. A possível classificação da seleção do País de Gales para a Copa do Mundo pode ser uma promessa a impulsionar a votação de Bale no ano que vem. (Foto: AP)

10 craques ausentes do prêmio The Best da Fifa

Cavani – Às turras com Neymar no PSG, o atacante uruguaio também perdeu espaço na lista de melhores do mundo por causa da queda de desempenho da equipe na temporada 2016/17, além de também não brilhar com a camisa do Uruguai. A saída para voltar ao topo são gols, muitos gols, e, se possível, um bom entendimento com Neymar, menos nas redes sociais e mais dentro de campo. (Foto: AP)