'Foi um beijo simples, sem intenção de maldade', alega advogado de torcedor detido por assediar repórter

Torcedor chegou a ser preso mas foi solto pouco mais de 24 horas depois (Foto: Reprodução/ ESPN)


Advogado de Marcelo Benevides Silva, torcedor detido por assediar a repórter Jessica Dias, da ESPN, Thiago José afirma que o cliente é inocente. Em entrevista ao "UOL", ele alega que o rubro-negro teve a intenção participar "com felicidade" da entrada ao vivo da emissora. Marcelo está detido na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

+ Quem leva a Libertadores 2022? Lembre finais continentais entre times brasileiros

- Aquele beijo foi um beijo fraternal. Um beijo de torcedor, um beijo de admirador, de uma pessoa que admira a equipe da ESPN. O meu cliente acompanha o trabalho da reportagem ESPN. Então naquele momento de interação, ele sentiu o momento de ele participar, mas participar com felicidade, sem agredir, sem causar problemas ou gerar danos. Sem conduta dolosa. Meu cliente é inocente. Aquele beijo foi um beijo simples, sem intenção de maldade - afirmou o advogado.

O LANCE! tentou contato com o advogado Thiago José de Oliveira, mas não obteve resposta.

+ Repórter desabafa sobre assédio sofrido de torcedor do Flamengo: 'Eu só queria trabalhar'

TORCEDOR PRESO

Marcelo Benevides Silva foi conduzido até a delegacia do Maracanã e teve a prisão preventiva decretada. Ele foi autuado por importunação sexual, crime desde 2018, cuja prisão, caso seja em flagrante, é inafiançável.

A decisão foi tomada após audiência de custódia no Juizado Especial Criminal, no estádio. O homem foi encaminhado para a 19ª DP, na Tijuca. A decisão foi do juiz Antônio Aurélio, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos.

Ainda hoje ele será conduzido para uma audiência da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP). Se mantida a decisão, Marcelo será transferido para um presídio.

+ Jornalistas e clubes manifestam apoio a repórter que sofreu assédio no Maracanã

ENTENDA O CASO

Jéssica Dias estava do lado de fora do Maracanã e entrava ao vivo para falar do clima do jogo quando um torcedor se aproximou e, sem autorização, deu um beijo no rosto dela. A equipe de reportagem da emissora interviu e foi atrás do torcedor assediador.