Foguetório e faixa provocativa: torcida do Flamengo se movimenta para decisão contra o Atlético-MG

Faixa exposta pela torcida do Flamengo na linha vermelha provocando o Atlético-MG (Divulgação)


O duelo entre Flamengo e Atlético-MG promete fortes emoções nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil. Em meio às provocações, a torcida rubro-negra já começou a se movimentar e expôs faixas na chegada da equipe mineira ao Rio de Janeiro. Além disso, preparou um foguetório no hotel em que os comandados de Antônio Mohamed estão hospedados.

Na estrada em direção à capital carioca, a torcida do Flamengo pendurou faixas com os seguintes dizeres: " Faltam 12km para o inferno. Sejam Mal-vindos" As faixas com os km em ordem descrentes estavam na Linha Vermelha.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


Além disso, torcedores do clube carioca preparam um verdadeiro foguetório em frente ao hotel Hilton, que a delegação atleticana está hospedada, em Copacabana. Os atos aconteceram durante a madrugada desta quarta-feira.

Vale lembrar que após a derrota dos cariocas por 2 a 1, em Minas Gerais, o atacante Gabigol citou que o jogo de volta seria um 'inferno' com a vibração da torcida, no Maracanã. Dias depois, o VP de futebol do clube, Marcos Braz, corroborou a fala do artilheiro.

A frase, como o dirigente mesmo explicou, tem sentido figurado e remete à pressão no estádio e ao empenho que os jogadores mostrarão dentro de campo. Contudo, o Atlético-MG não gostou da frase e chegou a denunciar o atacante no STJD.

+ Vale título? Flamengo foi campeão sempre que eliminou o Atlético-MG

Com o revés no jogo de ida, o Flamengo precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de finais da Copa do Brasil. Caso vença por apenas um gol de diferença, a vaga será decidida nas penalidades máximas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos