Fluminense vence em jogo de oito gols e impede Atlético-MG de assumir a liderança do Brasileirão

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Maracanã viveu uma das melhores partidas desse Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. Em confronto pela 11ª rodada, o Fluminense venceu o Atlético-MG por 5 a 3 em partida recheada de emoções e até com confusão. Germán Cano, duas vezes, Jhon Arias, Samuel Xavier e Luiz Henrique marcaram para o lado carioca. Hulk, Jair e Eduardo Sasha descontaram para os mineiros.

Com o resultado, o Flu sobe na tabela e vai para sétimo, com 14 pontos. Já o Galo perde a chance de assumir a liderança e vai para quarto, com 16. Agora, o Fluminense jogará novamente em casa. No sábado, recebe o Atlético-GO às 19h, pela 11ª rodada. Já o Atlético-MG terá o Santos no Mineirão no mesmo dia e horário.

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

ELETRIZANTE

Foi um primeiro tempo de muita ação e reviravoltas no Maracanã. O Fluminense se mostrou mais perigoso na maior parte do tempo e aproveitava a noite tenebrosa da defesa do Atlético-MG. Depois de criar as duas melhores chances, o Tricolor abriu o placar aos 17 minutos. Ganso arrancou na esquerda, cruzou rasteiro para Luiz Henrique, que ajeitou para Arias bater no ângulo e marcar no primeiro jogo após a estreia pela seleção colombiana. Onze minutos depois, em mais uma boa troca de passes, Arias tabelou com Samuel Xavier, que cruzou para Cano mandar de barriga para o gol e ampliar.

MOVIMENTADO

Depois dos dois gols, o Flu recuou totalmente e buscou apenas o contra-ataque. O Atlético começava a gostar mais da partida até que Fábio contribuiu. Aos 34 minutos, o goleiro tentou sair jogando, mas deu a bola nos pés de Jair, que só passou para Hulk descontar. No entanto, a reação foi rápida. O Fluminense continuou envolvendo o Galo e levando a melhor sobre a defesa. Aos 36, Luiz Henrique fez bela jogada individual, cruzou e Samuel Xavier se antecipou para fazer o 3 a 1.

CONFUSÃO


Apesar da boa postura coletiva, o Fluminense voltou a ficar mais atrás nos momentos finais do jogo. Já nos acréscimos, o árbitro deu um escanteio para o Atlético-MG, a bola acabou ficando com Junior Alonso, que cruzou rasteiro para Jair diminuir a diferença e recolocar os mineiros no jogo aos 48 minutos. No fim do primeiro tempo, o técnico Antonio Mohamed foi para cima do atacante Luiz Henrique e começou um empurra-empurra. Fernando Diniz foi reclamar com o árbitro por ter deixado a partida seguir depois dos acréscimos estipulados e acabou levando o cartão amarelo.

LOUCURA

Achou que a emoção tinha terminado no primeiro tempo? Seguiu para o segundo. O Fluminense voltou desligado e cedeu mais um gol bobo para o Atlético-MG. Aos sete minutos, Arias dormiu na saída de bola e Jair roubou. Depois de tabelar com Ademir, ele cruzou para Eduardo Sasha deixar tudo igual de cabeça no Maracanã. Mas não durou muito tempo. Aos 12 minutos, Cris Silva cruzou, Luiz Henrique não chegou, mas Cano deu um chutaço no ângulo para fazer 4 a 3.

MAIS UM

Não perca a conta. Com um jogo brigado, mas cheio de emoções, o Fluminense ampliou ainda no embalo da comemoração da torcida. Aos 17 minutos, André deu ótimo passe entre os defensores e Luiz Henrique ajeitou para bater no canto de Everson e fazer 5 a 3. O Atlético não levava cinco gols em uma partida desde o 6 a 1 para o Cruzeiro em 2011.

UFA

Depois do ritmo acelerado, o jogo ficou um pouco mais lento na reta final. Com dois gols de vantagem, o Fluminense focou em ser mais cauteloso para frear a vontade do adversário. Enquanto isso, Turco Mohamed tentava fazer as mudanças para dar mais dinâmica ao time e Diniz fechava a casinha. No fim, o duelo ficou mais amarrado e nenhuma das equipes conseguiu voltar a marcar.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 5X3 ATLÉTICO-MG

Data/Hora:
08/06/2022, às 21h30
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA-SP)

Gols: Arias (17'/1ºT) (1-0), Cano (28'/1ºT) (2-0), Hulk (34'/1ºT) (2-1), Samuel Xavier (36'/1ºT) (3-1), Jair (48'/1ºT) (3-2), Eduardo Sasha (7'/2ºT) (3-3), Cano (12'/2ºT) (4-3)
Cartões amarelos: Fernando Diniz, André, Ganso, Fábio (FLU), Nathan Silva, Rubens, Allan, Keno (CAM)
Cartões vermelhos: -

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier, David Braz, Manoel, Cris Silva; Wellington (Felipe Melo - 14'/2ºT), André, Ganso (Yago Felipe - 29'/2ºT); Arias (Caio Paulista - 42'/2ºT), Luiz Henrique (Luccas Claro - 42'/2ºT) e Germán Cano (Willian - 42'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

ATLÉTICO-MG: Éverson; Mariano, Junior Alonso, Nathan Silva (Réver - 36'/2ºT), Rubens; Allan, Jair (Otávio - 36'/2ºT), Nacho Fernandez (Fábio Gomes - 36'/2ºT); Ademir (Sávio - 20'/2ºT), Eduardo Sasha (Keno - 20'/2ºT), Hulk. Técnico: Antônio Mohamed.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos