Fluminense bate de frente com líder e reafirma briga por título em 2022

Fluminense empatou com o Palmeiras com gol de Manoel (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


O Fluminense aumentou seus próprios padrões. As boas atuações, resultados contundentes e o momento positivo fizeram com que o sarrafo aumentasse. O gostinho de que dava mais no empate com o Palmeiras no Maracanã é a prova disso. Melhor em termos gerais, o Tricolor foi quem mais chegou perto da vitória, mas sai com sabor amargo mesmo diante do líder isolado do Campeonato Brasileiro.

Se ainda há dúvidas se o Flu tem condições de disputar um título no ano, a atuação diante do time mais regular do continente mostra que sim. Até pouco tempo atrás um empate contra o Palmeiras, oito pontos na frente, seria até positivo. Mas não para esse Fluminense de Fernando Diniz.

Há pontos a se corrigir. Mais de um. O Flu ainda é um time que erra muito. Defensivamente, passou sustos novamente, mas conseguiu corrigir. O “erro zero”, como Ganso gosta de frisar, ainda não chegou. Na parte ofensiva, quando Germán Cano e Jhon Arias não vivem uma noite brilhante as coisas tendem a desandar. O último passe e as finalizações não saíram exatamente como o time precisava.

Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

​- Não tem jogo fácil no Brasileiro. Temos que, dia a dia, jogo a jogo, treino a treino demonstrar que podemos sim brigar pelo título do campeonato. Essa vai ser mais uma prova, como provamos hoje. Infelizmente não com o resultado nas mãos, mas mostramos que somos capazes e batemos de frente com qualquer time do Brasil. Vai ser mais um desafio que estamos dispostos a bater de frente - avaliou Nonato.

Se antes já ficava aparente, agora é evidente: o Fluminense sente a sequência de partidas e a pouca rotatividade da equipe. Neste sábado, começou pesado o jogo, demorou até se soltar de fato. As duas próximas semanas livres antes do confronto de volta da Copa do Brasil serão fundamentais para corrigir erros e descansar.

O resultado deixa o time paulista com 50 pontos na liderança, oito a mais do que o Fluminense, em segundo, com 42. O Tricolor ainda pode ser ultrapassado na rodada dependendo do resultado do Flamengo neste domingo. Agora o Fluminense folga neste domingo e segunda antes de se reapresentar na terça-feira visando o duelo com o Athletico-PR no sábado, às 19h, na Arena da Baixada.