Fluminense aposta em junho 'caseiro' para fugir do Z4 e voltar a ser bom mandante no Brasileirão


Se o mês de maio acabou sendo desgastante para o Fluminense em termos de viagens, junho promete ser mais "caseiro" para o grupo do técnico Fernando Diniz. Com apenas uma viagem de curta distância, o Tricolor inicia nesta quarta-feira a sequência de partidas no Maracanã. O primeiro é logo um dos mais difíceis: o Atlético-MG, às 21h30, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto tem transmissão em tempo real do LANCE!.

Com a confirmação do jogo de ida com o Cruzeiro pela Copa do Brasil para o Maracanã, o Flu terá Atlético-GO no sábado, às 19h, viaja para Belo Horizonte para encarar o América-MG na quarta-feira, às 21h30, e depois enfrenta Avaí (19/06, às 19h), o time mineiro pelo torneio mata-mata ainda com data a ser definida, e o Botafogo no Nilton Santos (26/06, às 16h).

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

​Antes do início da rodada, o Flu era apenas o 17º melhor mandante do Brasileirão. Em quatro jogos, venceu apenas um deles, com um empate e duas derrotas. A maioria dos 11 pontos foi conquistada como visitante. São quatro em casa e sete fora (sexto melhor visitante). Com o Maracanã como grande força nos últimos anos, o Tricolor tenta fazer com que os encontros com a torcida sejam com sabor mais doce.

Uma vitória sobre o Atlético-MG não é importante apenas para findar o jejum de dois anos e sete meses (oito partidas sem vencer), mas também para tentar subir na tabela. Em 13º lugar, o Tricolor está com apenas um ponto a mais que o Juventude, que abre a zona de rebaixamento. Com o sonho de voltar para a Libertadores em 2023, a reação imediata é necessária para Diniz.

- É um dos grandes orçamentos do Brasil, com grandes jogadores e um grande treinador. Time que ganhou dois títulos importantes no ano passado, semifinalista da Libertadores também. A gente sabe das qualidades do Atlético, mas o Fluminense vai se preparar para fazer um grande jogo, se preparar da melhor maneira possível para a gente conseguir o resultado na quarta-feira - disse o treinador após a derrota para o Juventude.

Arias - Fluminense
Arias - Fluminense

Arias reforça o Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

ARIAS DE VOLTA

Um dos importantes desfalques para o técnico Fernando Diniz na última rodada foi o meia-atacante Jhon Arias. Convocado pela primeira vez para a Colômbia, o jogador fez a estreia no time principal no amistoso contra a Arábia Saudita no último domingo em Murcia, na Espanha. Ele atuou os 90 minutos e participou da jogada do gol da vitória por 1 a 0, marcado por Borré.

O jogador dedicou a partida a avó, Dona Concepción, que faleceu em setembro do ano passado. Esse momento abalou muito Arias, que admitiu que a demora a se adaptar ao Brasil tem a ver com a perda. No domingo, a mulher do colombiano, Alejandra Ayala, levou para o estádio uma foto de Concepción.

– Hoje faz exatamente nove meses de algo que eu ainda não entendo. Me doeu demais vê-la partir a uma viagem eterna. Hoje realizo o sonho de ambos. O que te prometi um dia hoje eu cumpri. Embora eu gostaria que você visse de outro lugar. Foi, é e sempre será por você – escreveu o jogador no Instagram.

Desde a chegada de Diniz ao Flu, Arias foi titular seis vezes e saiu do banco outras três. Contra Vila Nova e Fortaleza ele foi apenas reserva. Na goleada sobre o Oriente Petrolero (BOL) na Sul-Americana, o colombiano marcou um gol e deu duas assistências. Na temporada são 28 partidas e sete bolas na rede.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos