Flamengo vence o Corinthians outra vez e é o primeiro semifinalista da Libertadores

Pedro comemora após marcar o gol do Flamengo na vitória contra o Corinthians (Foto: Wagner Meier/Getty Images)
Pedro comemora após marcar o gol do Flamengo na vitória contra o Corinthians (Foto: Wagner Meier/Getty Images)

Pela terceira vez em quatro anos, o Flamengo disputará as semifinais da Libertadores. Em um Maracanã com mais de 68 mil torcedores, o time de Dorival Júnior contou mais uma vez com gol de Pedro, artilheiro da Copa, para vencer o Corinthians por 1 a 0 e confirmar a vaga - e a vantagem obtida no jogo de ida, com o 2 a 0 em São Paulo.

A equipe de Vitor Pereira até teve momentos de superioridade no jogo, mas não acertou o pé. Tanto que Santos quase não foi exigido.

Agora, o Flamengo aguarda o vencedor do confronto argentino entre Talleres e Vélez Sarsfield, que definem a vaga nesta quarta-feira. As semifinais da Libertadores serão nos dia 31/8 e 1/9 (ida) e 6 a 8/9. Na outra chave da Copa, se enfrentam Atlético-MG e Palmeiras, nesta quarta, e Athletico e Estudiantes (ARG), na quinta.

Leia também:

CORINTHIANS ENCONTRA CAMINHO PELA ESQUERDA

A desvantagem obrigava o Corinthians a ser mais agressivo, e assim foi no início. Antes dos 12 minutos, duas recuperações no campo de ataque resultaram em chances reais. Na primeira, Adson desarmou Thiago Maia e finalizou para defesa de Santos. Na sequência, Fausto Veras chutou à direita do gol. após Willian chegar à linha de fundo.

Inclusive, foi concentrando o jogo pelo lado esquerdo, com o camisa 10, Yuri Alberto e Fábio Santos, que o Corinthians mais ameaçou o time de Dorival Júnior. Rodinei e David Luiz tiveram dificuldades por ali, e o caminho para a equipe de Vitor Pereira parecia desenhado.

RESPOSTA DO FLAMENGO SEM PRECISÃO

Contudo, os paulistas não conseguiram manter a intensidade, e a partida ficou menos "lá e cá" a partir dos 30 minutos. O Flamengo, por sua vez, não encaixou seu estilo de jogo e teve dificuldades na criação. Rodinei e Everton Ribeiro dialogaram bem pela direita, Gabi arriscou de fora da área e Pedro - de bicicleta ainda aos três minutos - também finalizou, mas ninguém, de fato, acertou a meta de Cássio.

CORINTHIANS SE LANÇA AO ATAQUE, E FLAMENGO CASTIGA!

Com Renato Augusto no lugar de Fausto Vera, o Corinthians voltou do intervalo com tudo. Foram três finalizações em sete minutos - duas com Du Queiroz e uma com Adson. A reação do Flamengo à pressão, contudo, foi ainda melhor. Arrascaeta arrancou pela esquerda e, de trivela, encontrou o carrinho de Pedro, que abriu o placar aos oito.

Foi o oitavo gol do centroavante, artilheiro isolado da Libertadores.

A vantagem do Flamengo passou a ser de 3 a 0 no agregado, e a resposta de Vitor Pereira foi colocar Roger Guedes e Giuliano. Aos 22, a missão do Corinthians ficou ainda mais difícil, com a expulsão de Bruno Mendez após cortar lançamento de Thiago Maia com a mão.

RUBRO-NEGRO MAIS UMA VEZ NAS SEMIS DA COPA

Neste cenário, o Corinthians praticamente abdicou do jogo e não voltou a ameaçar a meta de Santos. Por outro lado, o Rubro-Negro criou boas oportunidades, mas a pontaria não estava das melhores. Pouco importou para os mais de 68 mil torcedores que festejaram a classificação para a semifinal- a terceira nas últimas quatro edições.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1x0 CORINTHIANS

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 9 de agosto de 2022, às 21h30
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Carlos Barreiro (URU)
Árbitro de vídeo: Leodan Gonzalez (URU)
Renda/Público: R$ 5.387.254,50/ 62.082 pagantes / 68.418 presentes

Gols: Pedro (1-0, 8'/2ºT)

Cartão amarelo: Léo Pereira, (FLA); Raul Gustavo (COR)
Cartão vermelho: Bruno Mendez (COR)

FLAMENGO (Técnico: Dorival Júnior)

Santos; Rodinei (Matheuzinho, 37'/2ºT), David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes (Diego, 38'/2ºT), Thiago Maia (Vidal, 31'/2ºT), Everton Ribeiro (Victor Hugo, 38'/2ºT) e Arrascaeta; Gabi e Pedro (Everton Cebolinha, 42'/2ºT)

CORINTHIANS (Técnico: Vitor Pereira)

Cássio; Fagner, Raul Gustavo, Bruno Mendez e Fabio Santos; Du Queiroz, Fausto Vera (Renato Augusto, Intervalo) e Roni (Giuliano, 14'/2ºT); Adson (Balbuena, 25'/2ºT), Willian (Mosquito, 39'/2ºT) e Yuri Alberto (Roger Guedes, 14'/2ºT) .