Flamengo vê destruição de gramado da semi da Libertadores e avisa Conmebol

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Em sua inspeção, membros da delegação do Flamengo constaram as péssimas condições do gramado do Estádio do José Amalfitani para a semifinal da Libertadores contra o Vélez Sarsfield. O fato surpreendeu os rubro-negros, já que a grama local é normalmente uma das melhores da Argentina. A Conmebol foi avisada informalmente do problema.

A diretoria do Flamengo suspeita de que tenha havido uma destruição proposital do campo. Até porque há duas semanas essa grama estava em boas condições.

Mas, no dia da semifinal, o campo está com a grama raspada e cheio de areia. Por isso, houve uma incompreensão já que se tratava de um dos melhores gramados do país. Imagens da lateral fora do campo mostram uma grama verde em contraste com o seco e queimado no campo de fato.

Depois disso, foi jogado corante sobre o gramado para dar um aspecto verde, segundo membros da delegação rubro-negra. A própria imprensa argentina, como o diário "Olé", ressaltou que o estado do campo não é o normal do Velez.

A Conmebol foi avisada pelo Flamengo. O UOL perguntou a confederação sobre o campo, que prometeu dar uma resposta.