Flamengo terá jogo com menos baixas por lesões em dois meses

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Fabrício Bruno é um dos atletas que não está à disposição de Paulo Sousa no Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/CRF)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Aos poucos, o técnico Paulo Sousa vê o departamento médico ficar esvaziado e ganha opções para formar o Flamengo. É o caso deste domingo, quando o Rubro-Negro enfrenta o Fortaleza e só tem três baixas certas por lesão, por ora. É o menor número nos últimos dois meses, período no qual o treinador português precisou lidar até com oito atletas entregues ao DM e à preparação física ao mesmo tempo.

O período mais crítico em relação ao DM foi com oito jogadores lesionados. Foi assim nos jogos contra Universidad Católica e Talleres, pela Libertadores, e Athletico, Palmeiras e São Paulo, pelo Brasileirão.

Em média, nos 17 jogos que disputou desde o dia 2 de abril, o Flamengo teve seis desfalques por lesão, número que está caindo.

+ Flamengo pode ter mais de uma novidade diante do Fortaleza

Hoje, o Flamengo treina pela manhã no Ninho do Urubu visando a partida contra o Fortaleza, domingo no Maracanã. Com os retornos de Diego Alves e Gustavo Henrique ao grupo nos últimos dias, o goleiro Santos, o zagueiro Fabrício Bruno e o meia Matheus França são os últimos atletas do elenco em recuperação no CT do Flamengo.

Nesta semana, Santos tem realizado trabalhos específicos para a posição já no gramado, mas ainda à parte dos companheiros e sem prazo de recuperação e retorno aos jogos informado pelo clube. Já Fabrício Bruno está em tratamento de cirurgia no pé esquerdo, ainda trabalhando na academia do CT, assim como Matheus França, que também passou por procedimento cirúrgico, mas na perna direita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos