Flamengo marca no início, vence, mantém sua recuperação e afunda São Paulo no Campeonato Brasileiro

Lázaro comemora o seu gol: deu Mengão com certa facilidade no Morumbi (Foto: Alex Silva / Lancepress!)


Em um duelo de reservas, quem tem o melhor elenco venceu. Com um gol logo no início da partida, o Flamengo bateu o São Paulo por 2 a 0 na noite deste sábado (6), no Morumbi, e manteve a recuperação da equipe carioca no Campeonato Brasileiro, ao mesmo tempo em que os paulistas agora chegam a seis partidas sem vitória na competição e afundam na classificação.


Lázaro, logo na primeira chance de perigo da partida, aos seis minutos, marcou o gol redentor dos visitantes e que acabou se tornando o placar final.

Sem poder de reação, o São Paulo manteve uma maior posse de bola, mas pouco criou efetivamente para superar as metas rubro-negras. Uma crônica anunciada do Tricolor até agora na temporada.

De olho nas copas, onde possui vantagem nos duelos das quartas de final da Copa do Brasil e Sul-Americana, a equipe do Morumbi mantém uma campanha ruim no Brasileirão: são seis jogos sem vitória, com quatro empates e duas derrotas.

O tropeço para o Fla foi apenas o terceiro na temporada do São Paulo como mandante. Mas o suficiente para manter a sina do técnico Rogério Ceni de nunca ter conseguido vencer a equipe carioca - por quem conquistou o Brasileirão de 2020 - como treinador.

Com o acúmulo de tropeços, o São Paulo já é o 11º na classificação, com apenas 26 pontos ganhos, a apenas seis da zona de rebaixamento.

O Rubro-Negro, por outro lado, já é o terceiro, com 36 pontos, também a seis, só que do líder Palmeiras. Os cariocas não perdem desde 3 de julho.

O JOGO

O São Paulo não saiu na frente do placar em nenhum dos seus últimos seis jogos pelo Campeonato Brasileiro. Não seria diante de um dos adversários mais fortes da competição que a escrita seria quebrada.

Aos 6', logo em sua primeira chegada ao ataque, o Flamengo abriu o placar. Victor Hugo recebeu cruzamento pela esquerda e ajeitou para Lázaro, que cabeceou cruzado, no canto esquerdo de Felipe Alves, para marcar.

Se as coisas já andam difíceis para o Tricolor no Brasileiro em dias normais, imagina diante do temido rival carioca... A primeira chance de perigo só veio aos 15'. Marcos Guilherme recebeu passe de Igor Gomes, avançou com liberdade para a entrada da área e chutou por cima do travessão.

Só que do outro lado tem o Flamengo. Que mesmo com reservas mostrou que o seu estrelado elenco tem qualidade suficiente para abafar o São Paulo. Aos 18', Cebolinha arrancou pelo lado esquerdo, venceu Miranda e finalizou com perigo no canto esquerdo de Felipe Alves.

O jogo seguia com um Tricolor mantendo uma pose de bola maior em relação ao rival, só que com pouca objetividade. melhor para os visitantes, que quando apareciam, era com qualidade superior. Aos 34', Ayrton Lucas chutou de fora da área e obrigou Felipe Alves a espalmar a bola venenosa.

A resposta paulista veio aos 37'. Galoppo pegou uma sobra após jogada alta na área flamenguista, finalizou com força e viu Santos fazer boa defesa.

O toma lá de cá do início do jogo recomeçou. E aos 39', o Flamengo reapareceu. Cebolinha recebeu passe longo de Pablo, carregou para o meio, passou como quis pela marcação são-paulina e chutou cruzado, com perigo, para fora.

Aos 42', mais um lance de perigo para os visitantes. Marinho aproveitou o rebote e, de dentro da área, desviou de voleio e viu o goleiro são-paulino espalmar e evitar mais uma vez a chance flamenguista.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

DIFICULDADES SÃO-PAULINAS NO ATAQUE CONTINUAM E FLA SACRAMENTA RESULTADO

O São Paulo colocou Calleri e Diego Costa no intervalo. Miranda, um dos sacados, foi para o banco de reservas e imediatamente iniciou tratamento com gelo na coxa.

A entrada de dois titulares poderia animar um pouco as coisas para o Tricolor. E, de imediato, até deu algum resultado. Aos 10', Rafinha foi à linha de fundo e cruzou na medida para Calleri, que cabeceou firme e obrigou Santos a fazer boa defesa.

O São Paulo seguia sua sina: de tocar, tocar e não conseguir encontrar meios de finalizar. Com seu time adormecido, o técnico Dorival Júnior resolveu colocar parte da cavalaria titular em campo. E as coisas se acertaram para o Rubro-Negro.

Aos 23', João Gomes tocou para Gabigol, que lançou Matheuzinho. O lateral em um belo passe eencontrou o camisa 35 sozinho na área, que chutou para fora e desprdiçou ótima chance aos visitantes.

Foi a primeira de uma série de chances desperdiçadas pelos visitantes. Aos 27', mais uma aparição perigosa dos cariocas. Gabigol, mais uma vez, encontrou Lázaro na entrada da área, que arrancou e acabou chutando em cima de Felipe Alves. Três minutos depois, foi a vez de Thiago Maia arriscar o chute de fora da área e obrigar Felipe Alves a espalmar. Aos 31', Cebolinha foi quem apareceu na área e viu o goleiro são-paulino defender sua finalização em dois tempos.

Aos 34', Arrascaeta recebeu belo passe de Matheuzinho e chutou por cima do gol, em mais uma boa chance para o Fla. O gol rubro-negro parecia maduro, mas o São Paulo reagiu aos 36'. Os visitantes saíram jogando errado, o Tricolor roubou a bola e Marcos Guilherme invadiu a área, mas chutou fraco nas mãos de Santos.

O camisa 95 ainda apareceu de novo à frente aos 42'. Galoppo cruzou da direita, Marcos Guilherme tentou escorar e chutar, mas Matheuzinho tirou o perigo. Aos 49', contudo, Gabigol marcou em contra-ataque e definiu de vez a vitória flamenguista no Morumbi.

PRÓXIMOS JOGOS

São Paulo e Flamengo voltam a campo pelo Brasileirão às 16h (de Brasília) do próximo domingo (14). O Tricolor recebe o Bragantino, novamente no Morumbi. O Rubro-Negro o Athletico, no Maracanã.

Antes, as equipes tem compromissos por competições sul-americanas. Os paulistas vão a Fortaleza (CE) onde fazem o duelo de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana ante o Ceará, na quarta-feira (10). Os cariocas recebem o Corinthians no Rio de Janeiro (RJ) para o duelo decisivo frente o Corinthians, pelas quartas da Copa Libertadores, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 x 2 FLAMENGO
CAMPEONATO BRASILEIRO - 21ª RODADA


Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data e hora: 06/08/2022 (sábado), às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Alex dos Santos e Kleber Lucio Gil (Fifa) (ambos de SC)
Árbitro de vídeo: Adriano Milczvski (PR)
Público e renda: 45.217 presentes/ R$ 2.723.851,00

Cartões amarelos: Pablo Maia e Galoppo (São Paulo); Diego e Hugo Souza (Flamengo)
Cartões vermelhos:

GOLS
Lázaro aos 6min do 1ºT (0-1) e Gabigol aos 49min do 2ºT (0-2)

SÃO PAULO
Felipe Alves; Rafinha, Miranda (Diego Costa, intervalo), Léo e Reinaldo (Welington 23/2); Pablo Maia, Galoppo, Igor Gomes (Rodriguinho 23/2) e Patrick (Calleri, intervalo); Nikão (Igor Vinícius 30/2) e Marcos Guilherme
Técnico: Rogério Ceni

FLAMENGO
Santos; Matheuzinho, Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Diego (João Gomes 20/2), Vidal (Thiago Maia 21/2) e Victor Hugo (Everton Ribeiro 32/2); Everton Cebolinha (Arrascaeta 32/2), Lázaro e Marinho (Gabigol 20/2)
Técnico: Dorival Júnior

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos