Flamengo mantém Arrascaeta no radar, e meia seguirá controle de carga até o final da temporada

O meia Arrascaeta tem lidado com um incômodo no púbis no Flamengo (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)


A serviço da seleção do Uruguai em Viena, na Áustria, Arrascaeta segue no radar do departamento médico do Flamengo. O meia convive com um incômodo no púbis há cerca de duas semanas e, em contato direto com a comissão técnica da Celeste, o clube da Gávea trabalha para que a situação não se agrave. De todo modo, a expectativa é de contar com Arrascaeta 100% nas finais de outubro.

+ Supercontratação? Lembre 20 reforços de peso na história do Fla!

Arrascaeta tem feito um trabalho de carga e controle de minutagem para que o incômodo não se agrave. A relação entre os médicos do Flamengo e do Uruguai é boa, tanto que, em junho, a Celeste seguiu a orientação do clube e o preservou nos amistosos contra México e Estados Unidos, atuando por apenas 45 minutos diante do Panamá.

O momento da temporada - com as finais da Copa do Brasil nos dias 12 e 19 de outubro, e da Libertadores, em 29 de outubro - não permite que o Flamengo "tire" Arrascaeta de circulação para realizar um tratamento mais intensivo, como feito com Diego Alves em 2022.

A Celeste tem amistosos contra Irã, na Áustria, e Canadá, na Eslováquia, nos dias 23 e 27 de setembro. Assim, Arrascaeta deve se reapresentar no Ninho do Urubu no dia 29, há duas semanas da partida de ida contra o Corinthians, na decisão da Copa do Brasil.