Flamengo: Dorival busca manter marca extraordinária em torneios sul-americanos nesta temporada

Dorival Júnior tme excelentes números em competições sul-americanas na temporada (Gilvan de Souza/Flamengo)


Embalado na temporada, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, às 21h30, para medir forças com o Vélez Sarsfield, no Estádio José Amalfitani, conhecido como El Fortín. Na primeira semifinal da Libertadores, o técnico Dorival Júnior terá pela frente o primeiro adversário argentino desde que assumiu o comando do clube carioca.

+ Saiba quanto o Flamengo irá receber com a transferência de Lucas Paquetá para o West Ham

Acostumado com o Maracanã lotado, o Flamengo enfrentará um cenário diferente nesta quarta. O estádio do Vélez é menor e tem capacidade para quase 50 mil pessoas - sendo considerado um verdadeiro "caldeirão". No duelo entre as duas equipes na edição de 2021, o time da Gávea saiu com a vitória por 3 a 2, sob o comando de Rogério Ceni. Na volta, no Rio de Janeiro, um empate sem gols.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Nas duas fases anteriores, Dorival Júnior esteve à frente da equipe nos duelos contra Tolima e Corinthians. Dessa vez, Dorival enfrentará um clima mais hostil com a proximidade da torcida com o gramado, que dá um toque de "alçapão".

O treinador, porém, tem números que impressionam em torneios sul-americanos nesta temporada. Ainda no comando do Ceará, pela Copa Sul-Americana, o técnico fez com que sua equipe garantisse a vaga nas oitavas de finais com uma campanha irretocável. Foram seis vitórias, dezessete gols marcados e apenas um sofrido.

O destaque da campanha ficou por conta dos dois triunfos sobre o Independiente. Em Avellaneda, o Vozão não tomou conhecimento do adversário e emplacou 2 a 0 com gols do meio-campista Rodrigo Lindoso e do atacante Mendoza.

+ Escalação: veja como o Flamengo irá enfrentar o Vélez na Libertadores


Com isso, o Alvinegro estabeleceu a melhor campanha da história da competição no atual formato e foi a primeira vitória de uma equipe nordestina em território argentino. Antes disso, Sport, Bahia, CSA, Vitória e Bahia tiveram desafios em terras hermanas, mas não saíram vitoriosos.

Em sua chegada ao Flamengo, Dorival Júnior estabeleceu a estratégia de duas escalações diferentes nas três competições em que disputa. Sendo assim, os titulares atuam nas Copa (Libertadores e do Brasil), enquanto os reservas têm mais chances entre os onze no Brasileirão. O comandante, então, esteve à frente da equipe em quatro jogos, todos com vitória.

Nas oitavas de finais, o Rubro-Negro abriu boa vantagem contra o Tolima, na Colômbia, ao vencer por 1 a 0. Na volta, com o Maracanã lotado e um show de Pedro, a equipe aplicou a maior goleada desta edição com um emblemático 7 a 1. Diante do Corinthians, o time teve mais dois resultados positivos com muita tranquilidade.

+ Com estilo simples e seguro, Santos se consolida no gol do Flamengo e alcançará marca importante

Nesta quarta, os comandados de Dorival darão o primeiro passo para mais uma final da Copa Libertadores. Para isso, a equipe aposta no bom retrospecto não só do time nesta edição, como do treinador na temporada. A conjunção de fatores, assim como o entrosamento e embalo do time serão essenciais para que supere a pressão da torcida adversária - que promete casa cheia.

CONFIRA O DESEMPENHO DE DORIVAL JÚNIOR EM COMPETIÇÕES SUL-AMERICANAS NESTA TEMPORADA

1 - Flamengo 1x0 Corinthians - Quartas da Copa Libertadores
2 - Corinthians 0x2 Flamengo - Quartas da Copa Libertadores
3 - Flamengo 7x1 Tolima - Oitavas da Copa Libertadores
4 - Tolima 0x1 Flamengo - Oitavas da Copa Libertadores
5 - Independiente 0x2 Ceará - Copa Sul-Americana
6 - Ceará 6x0 General Caballero - Copa Sul-Americana
7 - Ceará 3x0 La Guaira - Copa Sul-Americana
8 - General Caballero 0x2 Ceará - Copa Sul-Americana
9 - La Guaira 0x2 Ceará - Copa Sul-Americana
10 - Ceará 2x1 Independiente - Copa Sul-Americana

10 jogos e 10 vitórias
- 6 pelo Ceará
- 4 pelo Flamengo
- 28 gols marcados
- 2 gols sofridos