Finais NBA: 'Vamos trazer a série de volta para San Francisco', promete o técnico dos Celtics após derrota

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ime Udoka está confiante em uma vitória dos Celtics em casa no jogo 6 das finais (Foto: AFP)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Boston Celtics tinha uma missão complicada nesta segunda-feira: vencer o Golden State Warriors fora de casa e retomar a liderança da série final da NBA. Com um começo lento e muitos erros, a equipe teve que correr atrás do placar praticamente o jogo inteiro. Até conseguiu ensaiar uma reação no terceiro quarto, mas não resistiu aos donos da casa no último período, perdendo por 104 a 94 no Chase Center.

Agora, os Celtics se encontram novamente em uma situação em que o único resultado possível é a vitória. Algo que a equipe, embora inexperiente em playoffs, já passou nesta temporada, contra o Milwaukee Bucks, pela semifinal da Conferência Leste.

- A mensagem é ter confiança. Vamos descansar e jogar a próxima em casa. Obviamente estamos frustrados com a derrota, mas temos que pensar jogo a jogo. Já estivemos nessa situação antes e conseguimos vencer. Vamos trazer a série de volta para San Francisco - prometeu o técnico Ime Udoka.

O treinador lamentou o excesso de erros cometidos por sua equipe ao longo da partida - 18, contra apenas 6 de Golden State - e citou outros problemas que acabaram atrapalhando as pretensões de Boston.

- É difícil explicar o começo ruim de jogo que tivemos. Conseguimos recuperar no terceiro quarto, mas acho que sentimos um pouco de cansaço no último. Cometemos muitos erros, desperdiçamos lances livres e reclamamos demais com os árbitros - lamentou Udoka, citando os 10 lances livres errados dos Celtics no duelo.

Se por um lado Boston conseguiu frear Stephen Curry e impedir o armador de repetir os 43 pontos do jogo 4, faltou mais atenção com o restante do elenco dos Warriors.

- Fizemos um trabalho de marcação melhor nele, fomos mais físicos e mudamos um pouco a cobertura. Mas temos que marcar os outros também. Quando Wiggins faz 26 pontos, Payton 15 e Poole 14 vindo do banco, eles acabam compensando o trabalho que fizemos no Curry - comentou Udoka.

Na quinta-feira, Celtics e Warriors voltam a se enfrentar no TD Garden, em Boston, a partir das 22h. Se os Warriors vencerem, asseguram o título. Se os Celtics levarem a melhor, forçam o jogo 7, marcado para domingo, no Chase Center, em San Francisco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos