Filipe Toledo conquista WSL pela primeira vez e mantém 'dinastia' brasileira no surfe mundial

Filipe Toledo nos braços da galera ao comemorar o título (Reprodução / WSL)


A "Brazilian Storm" segue mais forte do que nunca. Pela sexta vez nos últimos oito anos, o título da World Surf League é do Brasil. Em uma final 100% verde e amarela, Filipe Toledo venceu Italo Ferreira no melhor de três baterias.

- Queira agradecer todo mundo, minha família, meus amigos. Ainda estou sem acreditar, é um sentimento estranho, muito feliz mas ao mesmo tempo não tenho palavras. Tenho que agradecer muito à Deus, ele cumpriu a promessa - declarou Filipinho após a conquista do título.

Desde 2014, a WSL foi conquistada seis vezes por brasileiros: Gabriel Medina (2014, 2018 e 2021), Adriano de Souza (2015), Italo Ferreira (2019) e Filipe Toledo (2022) foram os campeões do Brasil no surfe masculino mundial. As únicas exceções no período foram 2016 e 2017, anos em que o estadunidense John John Florence conquistou o bicampeonato.

+ Em final brasileira, Filipe Toledo vence Italo Ferreira e é campeão da WSL

Filipe Toledo, o Filipinho, estreou no surfe mundial em 2013, quando tinha apenas 17 anos. Natural de Ubatuba-SP, o brasileiro reside na Califórnia desde 2014 e se sagrou campeão nesta quinta-feira em casa.

Atual número 1 do ranking mundial, Filipe Toledo conseguiu uma vitória histórica em uma final brasileira contra Italo Ferreira, campeão olímpico em Tóquio e detentor do título da WSL de 2019.