Festas distintas? L! explica diferenças entre treino aberto do Corinthians em 2018 para 2022


A Fiel deu um verdadeiro show nas arquibancadas da Neo Química Arena na sexta-feira (8) durante o treino aberto do Corinthians e a apresentação de Yuri Alberto. No entanto, mesmo com 40 mil vouchers sendo vendidos antecipadamente para o evento, alguns setores da Arena não encheram, e muitos se questionaram porque a festa não teve o mesmo impacto em comparação com 2018.

+ GALERIA - Veja chegadas e saída do Corinthians no mercado

Naquela ocasião, o Timão também abriu as portas de sua casa para os torcedores corintianos, que protagonizam uma das maiores e mais bonitas festas da Arena durante o treino aberto antes da final do Paulistão, contra o Palmeiras. O espetáculo nas arquibancadas foi destacado pela presença de fumaça, bandeirões e sinalizadores.

A ausência desses instrumentos festivos foi o motivo que afastou as torcidas organizadas do Timão de apoiarem o time na Neo Química Arena após a classificação às quartas de final da Libertadores.

Os grupos organizados não concordaram com as exigências impostas pela Polícia Militar, desde revista pessoal na entrada ao estádio até ofício para entrar com materiais e faixa, dificultando a presença de bandeiras de mastro e sinalizadores. Dessa forma, decidiram boicotar o evento.

A PM entende que, mesmo sendo um treino, é um evento esportivo de grande magnitude. Dessa forma, é preciso respeitar o Artigo 13 do Estatuto do Torcedor, de 2003.

Nele, é informado que o torcedor deve consentir com a revista pessoal de prevenção e segurança, não portar ou ostentar cartazes, bandeiras, símbolos, sinais com mensagens ofensivas, fogos de artifício e bandeiras, com mastro de bambu ou similares.

- Independente se é jogo ou treino, é um evento esportivo e, sendo assim, deve-se seguir o Estatuto do Torcedor, de 2003 (L10671). É de responsabilidade do clube solicitar em um evento desta magnitude (+40 de mil presentes), o policiamento - afirmou um tenente do segundo batalhão do choque à Gazeta Esportiva.

+ TABELA - Simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

O artigo 14 do Estatuto do Torcedor informa que é de responsabilidade dos dirigentes e da entidade detentora do mando do local solicitar ao poder público a presença de agentes públicos de segurança para assegurar a segurança aos torcedores no evento.

Para o treino aberto e a apresentação de Yuri Alberto, o Corinthians entendeu ser necessário a presença da Polícia Militar para que o evento ocorresse sem grandes problemas.

Mesmo aceitando as condições impostas pela PM, o presidente Duílio Monteiro Alves mostrou sua indignação com as restrições e disse que o clube trabalha com o poder público para dar ao torcedor mais liberdade de festejar nos estádios em futuras ocasiões. Ele também se mostrou contrário à torcida única nos clássicos paulistas.

Apesar das limitações impostas pela lei, foi possível ver a presença de alguns sinalizadores durante a festa.

Em 2018, no entanto, a situação foi diferente, graças a uma queda de braço entre o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, e o poder público.

O clube do Parque São Jorge queria fazer o treino aberto no sábado, mesmo dia em que o Palmeiras tinha marcado o seu treino com a torcida no Allianz Parque.

Tanto Ministério Público como a Polícia Militar alegaram que não havia condições de segurança para que os rivais enchessem seus estádios na mesma data. Após muita disputa, o Timão cedeu e decidiu antecipar o dia do seu treinamento para sexta-feira.

Porém, Andrés renunciou o auxílio da Polícia Militar, e sinalizadores e bandeiras foram liberados dentro da Arena.

- Nós já fizemos treino aberto três ou quatro vezes e nunca pedimos policiamento, pois a polícia tem mais o que fazer do que acompanhar um simples treino. Não chamamos e nem chamaremos - disse Andrés às vésperas do treino aberto.

Naquela ocasião, antes do treino aberto começar, o clube alvinegro estacionou o ônibus da equipe na avenida Radial Leste e fez com que os jogadores andassem no meio do público para chegar à Arena.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos