Felipe Pires, atacante do Juventude, alega ter recebido ofensas racistas de torcedor do Internacional

Felipe Pires acusa torcedor do Inter de ofensas racistas durante o clássico no Beira-Rio (Divulgação/Juventude)


O duelo entre Internacional e Juventude ficou marcado por mais uma acusação de racismo no futebol brasileiro. Nesta segunda-feira, o atacante Felipe Pires, do Juventude, alegou ser alvo de ofensa racista de um torcedor do Colorado, que foi identificado e preso pela polícia no Beira-Rio.

- VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Após o confronto, o atacante decidiu manter a acusação e prestou depoimento no Jecrim dentro do estádio Beira-Rio.

Diante da situação, o Internacional se manifestou e emitiu uma nota sobre o caso através do seu departamento de comunicação. Veja abaixo:

"Na noite desta segunda-feira (29/08), durante o segundo tempo da partida entre Inter e Juventude, o atleta Felipe Pires foi vítima de injúria racial no Beira-Rio. Diante do episódio, o Clube do Povo manifesta seu absoluto repúdio a todo e qualquer tipo de preconceito, e informa que, tão logo ocorreu a identificação do responsável pelo ato, o torcedor foi retirado das arquibancadas do Gigante e sofrerá sanções em função do comportamento inadequado.

O Internacional está ajudando as autoridades na apuração dos fatos, e reitera seu apoio ao Juventude e ao atleta. O Clube lamenta que o episódio tenha ocorrido na partida de hoje, quando o time atuou com com a camisa preta e um patch antirracismo, elaborado pela CBF, estampado em seu novo uniforme."