Felipe Melo, do Fluminense, faz gesto de arma após ser chamado de bandido por torcida do Juventude

Felipe Melo fazendo gesto de arma (Reprodução/Premiere)


Durante a derrota do Fluminense para o Juventude, em Caxias do Sul, o volante Felipe Melo discutiu com torcedores do alviverde ao ser chamado de "bandido" após entrada em Chico. Em seguida, o jogador respondeu com "gesto de arma", no campo alagado do Alfredo Jaconi.

Em um jogo com gramado encharcado, o atleta entrou em campo após o intervalo e participou de algumas jogadas, que geraram discussão. Ele chegou a acertar o braço no rosto de Vitor Gabriel, que ficou sangrando. Porém, o árbitro considerou o lance normal, sem intenção de acertar o adversário.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

Os dois jogadores se envolveram em outro lance, quando o volante tricolor reclamou de uma cama de gato feita pelo atacante alviverde. Nesta jogada, o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes, de Goiás, também não mostrou o cartão.

No entanto, aos 21 minutos, Felipe Melo deu uma entrada mais dura em Chico e recebeu o cartão amarelo. Neste momento, a torcida do Juventude começou a gritar e fazer coro de "bandido, bandido, bandido". O volante respondeu fazendo gesto de arma, o que chamou atenção.

+ Ganso, do Fluminense, critica CBF e cita condições do gramado: 'Não pode ter jogo em um campo desses'

O próximo compromisso do Tricolor no Brasileirão será na quarta-feira, às 21h30, contra o Atlético-MG, no Maracanã. O jogo será válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos