Felipe Alves destaca importância de empate do São Paulo em clássico e projeta decisão contra o Flamengo

Felipe Alves falou sobre Rogério Ceni e projetou duelo pela Copa do Brasil (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)


Felipe Alves foi titular no empate do São Paulo com o Corinthians neste domingo (11). O goleiro falou sobre a importância do resultado para a equipe, mesmo que não tenha saído com a vitória, e sobre a decisão da próxima quarta-feira (14) contra o Flamengo, pela Copa do Brasil.

Galeria
> ATUAÇÕES: Éder desencanta e Felipe Alves salva empate do São Paulo

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

O goleiro, que chegou como reforço na última janela de transferências, afirmou que o ponto ganho foi essencial para a equipe. No Brasileirão, o Tricolor paulista não vive bons momentos. Na tabela, soma 31 pontos e segue na 13ª colocação.

De acordo com o goleiro, a equipe veio de um confronto complicado e que a série de decisões que enfrenta é uma das maiores razões para a situação do elenco na competição nacional. Na última semana, o São Paulo cravou sua vaga na final da Copa Sul-Americana ao eliminar o Atlético-GO.

- Foi um jogo difícil, clássico, os dois times buscando a vitória. A gente vem de um jogo muito intenso contra o Atlético-GO, a gente conseguiu a final. A gente queria muito os três pontos, mas esse ponto vai ser muito importante na reta final do Brasileiro, não era um jogo fácil. Estamos tentando aproveitar o máximo e pontuar no Brasileiro, muito pelas outras competições. É ter tranquilidade, cabeça boa - opinou.

Na próxima semana, o São Paulo tem mais um desafio pela frente. A equipe encara o Flamengo, pela semifinal da Copa do Brasil. No jogo de ida, perdeu em casa por 3 a 1. Agora, mira em se recuperar no Maracanã, em busca de título inédito.

Felipe Alves projetou a partida. Para ele, é nítida a dificuldade por conta do adversário, mas enxerga como um cenário possível de acontecer.

- A gente enfrenta uma das melhores equipes, o Flamengo que tem um baita elenco, se entrar com força máxima e manter a intensidade, a gente pode fazer um bom jogo, dentro dos 90 minutos tudo pode acontecer - disse.

No gol, disputa a titularidade com Jandrei. O jogador falou sobre a responsabilidade de ocupar a posição, alegando que 'ninguém ocupará o lugar de Rogério Ceni'.

- Estou chegando agora, ainda tenho pouco tempo de titular. A cobrança aqui é muito alta, já falei que ninguém vai substituir o Rogério. Com o passar do tempo, sequência de jogos, é fazer o que a gente sabe fazer de melhor - concluiu.