Federer diz que não quer se afastar totalmente do mundo do tênis

O tenista suíço Roger Federer, que anunciou sua aposentadoria depois da Laver Cup, no próximo fim de semana, disse nesta terça-feira que não quer se afastar totalmente do mundo do tênis.

"Não sei exatamente como será meu futuro, mas não quero me afastar totalmente de um esporte que me deu tudo", declarou o ex-número 1 do mundo à Rádio Televisão Suíça (RTS).

O vencedor de 20 Grand Slam afirmou em seguida que se sente "aliviado" depois de ter anunciado sua aposentadoria.

"Meu joelho não me deixava continuar, não estava progredindo suficientemente bem, e depois tive um resultado de uma ressonância não satisfatório, então disse para mim mesmo que era hora de parar", explicou.

O suíço reconheceu depois ter ficado com "lágrimas nos olhos", mas se declarou "feliz por ter dado esse passo".

Federer anunciou na última quinta-feira em um comunicado sua aposentadoria após a Laver Cup, competição que começa na próxima sexta-feira em Londres e vai até domingo.

O suíço não joga desde julho do ano passado, quando foi eliminado nas quartas de Wimbledon, devido a uma lesão no joelho.

nl/chc/psr/cb