Roger Federer anuncia a aposentadoria do tênis

AELTC


De forma surpreendente, Roger Federer anunciou, nesta quinta-feira, sua aposentadoria do tênis. O suíço publicou uma carta onde conta que diante dos problemas físicos não poderá mais seguir no esporte.

Na carta, Federer conta que seu último evento será a Laver Cup no próximo final de semana em Londres, e que não irá mais competir no circuito mundial.

Veja abaixo trechos da carta:

"Para minha família do tênis"

De todos os presentes que o tênis me deu, os maiores, sem dúvida, foram as pessoas que encontrei no caminho, meus amigos, competidores e a maioria dos fãs que deram sua vida pelo esporte.

Hoje quero dividir uma notícia com todos vocês. Como a maioria sabe, os últimos três anos me deram desafios na forma de lesões e cirurgias. Trabalhei duro para retornar no meu melhor. Mas também sei que meu corpo tem capacidades e limites e ultimamente vinha me dando claros sinais . Tenho 41 anos, joguei mais de 1.500 partidas em 24 anos. O tênis me tratou mais generosamente do que sonhava. E preciso reconhecer que é o momento de encerrar minha carreira competitiva.


A Laver Cup na próxima semana será meu último torneio ATP. Vou jogar mais tênis no futuro, claro, mas não no circuito ou nos Grand Slams.

Vou sentir falta de tudo que o circuito me deu. Mas ao mesmo tempo há muito o que celebrar. Me considero uma das pessoas mais sortudas do mundo. Recebi um talento especial para jogar tênis, fiz em um nível que nunca imaginei e o mais longo possível. Quero agradecer minha esposa Mirka que viveu cada minuto comigo.


Federer encerra a carreira com 1251 vitórias e 275 derrotas. Foram 103 títulos sendo 20 de Grand Slam (oito de Wimbledon, um de Roland Garros, cinco do US Open e seis do Australian Open).