Federação Peruana oficializa saída do técnico Ricardo Gareca

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Federação Peruana de Futebol (FPF) confirmou nesta sexta-feira que o argentino Ricardo Gareca não continuará dirigindo a seleção 'Inca' após sete anos de trabalho e o fracasso na tentativa de se classificar para a Copa do Mundo do Catar-2022.

"A Federação Peruana de Futebol agradece profundamente ao professor Ricardo Gareca e toda a sua equipe de colaboradores por mais de sete anos de trabalho com nossa seleção principal", disse a FPF em um comunicado.

"Com notável profissionalismo e muita dedicação, conseguiu alcançar conquistas desportivas, contando com as qualidades e capacidades dos nossos jogadores; por isso, os nossos reiterados e sinceros agradecimentos ao professor Ricardo Gareca e à sua equipe, desejando-lhes o melhor e sucesso pessoal", disse a instituição esportiva.

"Cabe agora à FPF iniciar um novo ciclo para a seleção nacional com total otimismo, responsabilidade e trabalho sustentado como parte do desenvolvimento do futebol peruano, continuando com sua reestruturação", acrescentou.

A imprensa esportiva local havia informou na quinta-feira que Gareca deixaria a seleção peruana depois que as negociações para renovar seu contrato com redução de salário não foram adiante.

Entre os candidatos para substituir 'El Tigre' Gareca estão seu compatriota Jorge Sampaoli, ex-técnico da Argentina e do Chile, e que deixou recentemente o Olympique de Marselha, e o peruano Juan Reynoso.

Segundo o portal esportivo Denganche, a oferta da Federação ao Gareca contemplava uma redução de 40% no salário que ele recebia anteriormente.

Na campanha para a Copa do Catar-2022, o argentino faturou 3,7 milhões de dólares por ano, segundo o portal. A nova proposta era de US$ 2,2 milhões anuais.

O argentino é muito querido no Peru apesar de não ter se classificado para a próxima Copa. Sua grande conquista foi levar a seleção peruana para o Mundial da Rússia-2018 após 36 anos de ausência em Copas do Mundo.

Em sete anos, Gareca dirigiu a seleção do Peru em 96 partidas. Obteve 39 vitórias, 23 empates e 34 derrotas. Além disso, foram 120 gols a favor e 108 contra.

cm/ljc/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos