Fabrício Bruno ressalta superação no Flamengo e rechaça exaltação após goleada sobre o Athletico

Fabrício Bruno marcou os dois primeiros gols do Flamengo no Maracanã (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)


O Flamengo foi avassalador no segundo tempo e marcou quatro gols quase em sequência na goleada por 5 a 0 sobre o Athletico-PR, no Maracanã. Quem abriu a porteira foi o zagueiro Fabrício Bruno. Recuperado após uma importante lesão, o jogador fez uma grande partida e foi coroado com as primeiras bolas na rede com a camisa rubro-negra. Na zona mista do estádio, exaltou o bom momento pessoal e do time.

- Sabia que era uma bola forte que eu tenho. Eu peço muito. Passei um momento difícil na temporada. Sou um cara que não sou muito de ter lesão, todas as três que eu tive na carreira foram traumas. Infelizmente passei por um momento que não controlo, mas sou grato pela recuperação. Cheguei até aqui não foi por acaso. Trabalho muito. Talvez passe um pouco despercebido, mas sou um cara que trabalho muito pelo clube, jogo em prol do Flamengo, não reclamo no dia a dia, pelo contrário, procuro ajudar. Fico feliz pelo momento, é memorável - disse.

- Avalio o momento como positivo. Trabalho muito no dia a dia, não me deixo levar pela empolgação, pelo contrário. Meu pai sempre falou uma frase comigo que não era para me achar o melhor, mas sempre estar entre os melhores. Trabalhei para estar aqui entre os melhores. O Flamengo é o maior clube do Brasil, é gigante. Hoje sim estou entre os melhores e feliz pelo momento. Ganhamos do Atlético-GO aqui, fomos lá contra o Corinthians e fizemos um grande jogo. É uma equipe madura, consistente acima de tudo. Sabemos separar os jogos. Hoje vamos aproveitar, todos têm o direito de sair com a família, mas amanhã é trabalho de novo. É jogo difícil atrás de jogo difícil - completou.

Veja a tabela do Brasileirão

​A próxima partida das equipes é justamente o confronto decisivo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, às 21h30, os times se enfrentam na Arena da Baixada. A ida foi 0 a 0. Fabrício rechaçou qualquer empolgação além da conta pelo resultado no Rio de Janeiro.

- Sabemos que vai ser difícil. O Athletico nos seus domínios se impõe bem. Acima de tudo vamos para fazer um grande jogo. A grama sintética pode ser um fator positivo para eles. Mas quem quer ser campeão tem que passar por todas as adversidades e ser maduro para saber fazer esse jogo lá para sair com o resultado positivo - avaliou.

- Temos um grupo maduro, sabemos que em momento algum nos exaltamos em comemoração. Amanhã vamos trabalhar firmes porque sabemos que já passou. Temos um jogo difícil lá. O que passou não vai entrar em campo na quarta-feira. É o que o Gabriel fala, a gente 100% é difícil ganhar de nós. Vamos dar mais do que 100% lá para sair com a classificação - finalizou.

Com o resultado, o Flamengo sobe para a segunda posição do Brasileirão, com 39 pontos, e aguarda o resultado do Fluminense para saber se permanece como vice-líder.